PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
18 de Julho de 2012 | Colunas | Categoria

Trabalho e Cidadania comemora democracia com 2.800 participantes

Curso no Sindicato tem participação democrática dos metalúrgicos, com elogios, sugestões e críticas


Foto: Raquel Camargo / SMABC

Cerca de 2.800 trabalhadores da base já fizeram o curso Trabalho e Cidadania, organizado pelo Departamento de Formação do Sindicato, que completará dois anos no próximo dia 31.

“Neste segundo ano, o ingresso de companheiros nas autopeças diversificou nosso perfil e enriqueceu ainda mais a atividade”, destaca o coordenador do curso, Walter Souza, do CSE na Mercedes.

Segundo o dirigente, após conhecerem a estrutura do Sindicato e sua organização, os participantes passam a valorizar ainda mais a atuação de seus representantes no local de trabalho.

“O companheiro começa a entender melhor o processo de luta da categoria”, disse o coordenador. “Isso ajuda o trabalho dos CSEs e facilita o cumprimento dos acordos com as empresas”, completou.

Souza contou que as dinâmicas realizadas durante o curso estimulam os companheiros a contribuir, democraticamente, com elogios, críticas e sugestões, muitas delas já incorporadas à dinâmica do Trabalho e Cidadania.

“Fomos modificando o curso com essa interação. A criação do segundo módulo, com a saúde, condições de trabalho e meio ambiente como tema é o resultado dessa contribuição”, concluiu Souza.

“Quanto ganha o presidente do Sindicato?”
O Trabalho e Cidadania tem muitas histórias, pois os trabalhadores se sentem à vontade para questionar e dizer livremente aquilo que querem.

“É comum perguntarem quanto ganha o presidente do Sindicato”, conta Sueli Barbosa, formadora do curso. “E ficam surpresos ao saberem que Sérgio Nobre não recebe nada por essa função”, revela.

A ‘professora’, como os companheiros apelidaram Sueli, participa do Trabalho e Cidadania desde seu início e revela que está muito feliz com a experiência.

“Eu adoro”, afirma. “É a atividade mais prazerosa que já fiz no movimento sindical. Os participantes do curso me encontram nas assembleias e fazem questão de dizer que estão ali, participando da vida sindical. É muito verdadeiro”, finaliza entusiasmada.  

Companheiros na Delga aprovam curso
“Foi maravilhoso. Aprendi muita coisa sobre assuntos que pouco sabia, desde a ditadura militar até a negociação na data-base. Agora pretendo utilizar na vida prática que aprendi no Trabalho e Cidadania”. Nilo Pereira da Silva - operador de máquinas.

“O curso é muito bom. Apesar de bastante séria pelos assuntos que trata, a aula é dinâmica e muito divertida. Comentei na fábrica e vários companheiros também querem participar”. José Edmilson de Lima, o Pelezinho - prensista.

“Eu não sabia que existiam outros sindicatos além dos metalúrgicos e dos químicos e a importância da união de todos. Por ensinar coisas assim o Trabalho e Cidadania é tão importante”.  Geraldo Paulino dos Santos - operador de máquinas.

“Como trabalho à noite e durmo de dia, não fico sabendo como andam as coisas. Por isso gostei tanto do curso. Ele me abriu a cabeça para muita coisa que está acontecendo no mundo”. Maurício Machado, o Tatu - operador de máquinas.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: