PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
Blog CEMPI
15 de Maio de 2019

Após 35 dias, acaba a greve na Autolatina em maio de 1991

Após forte mobilização, companheiros na Volks, em São Bernardo, conquistaram reajuste de 168,62%, que beneficiou todos os trabalhadores na Autolatina. (Crédito: Januário F. da Silva)

 

Em assembleia unificada às 15 horas de 8 de maio de 1991, os ferramenteiros na Volks decidiram, por ampla maioria, aceitar a proposta de reajuste de 168,62% sobre o salário de novembro do ano anterior, além de outros pontos do protocolo de entendimento firmado entre o Sindicato e a Autolatina, que inclui um aumento de 9,7% retroativo a 1º de abril daquele ano para os ferramenteiros que estavam na última faixa do grau 10.

Este foi o melhor acordo conseguido pela categoria na ocasião. Um dia antes, trabalhadores de outras alas na Volks e na Ford também aceitaram a proposta durante assembleia.

No acordo firmado entre o Sindicato e a Autolatina, as horas não trabalhadas durante a greve, que durou 35 dias, foram descontadas dos companheiros participantes do movimento sem incidência sobre o DSR, feriados, férias e 13º salário. A empresa concedeu ainda um empréstimo individual aos trabalhadores que cruzaram os braços de Cr$ 60 mil descontados em folha de pagamento em quatro parcelas iguais de Cr$ 15 mil, pagas em maio, junho, julho e agosto daquele ano.

Enquanto outros sindicatos aceitaram os 89,75% propostos no período pelo Grupo 19 da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a FIESP – como os sindicatos de Osasco, São Paulo e Taubaté –, nosso Sindicato mostrou a força da mobilização e união dos companheiros. Em todas as empresas de São Bernardo e Diadema, o Sindicato fechou acordos muito acima dos 89,75% que os patrões tentaram impor. No caso da Autolatina, foi firmado quase o dobro da proposta dos patrões.

O reajuste conquistado na mobilização dos trabalhadores na Volks, em São Bernardo, valeu para todas as unidades da Autolatina.

CEMPI – Centro de Memória, Pesquisa e Informação do Sindicato

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Posts - CEMPI

24/05/2019 - 1.500 trabalhadores na Mercedes protestam contra terceirização em 1992

15/05/2019 - Após 35 dias, acaba a greve na Autolatina em maio de 1991

14/05/2019 - Presstécnica: 30 anos da vitória do direito de greve

10/05/2019 - Vozes da categoria: João Ferrador e a Coluna do Sombra

09/05/2019 - Campanha de sindicalização 1998: Sindicato, uma questão de classe

06/05/2019 - 25 anos: Criada Comissão de Fábrica na Brastemp

23/04/2019 - Sindicato, o escudo do trabalhador

22/04/2019 - CNM-CUT: 27 anos de luta à frente dos metalúrgicos em todo o País

18/04/2019 - Mahle: 20 anos da última Comissão de Fábrica e a política permanente de negociação

16/04/2019 - Sindicalização: Um gesto de autodefesa

15/04/2019 - A volta do João Ferrador

09/04/2019 - Sindicato no chão de fábrica: 20 anos dos Comitês Sindicais de Empresa

08/04/2019 - FEM-CUT nasce em 1992

05/04/2019 - 30 anos: Batalha de Piraporinha marca a greve de 1989

04/04/2019 - O candidato operário

03/04/2019 - Marcha de Brasília reúne 100 mil em abril de 1997

02/04/2019 - Câmara Setorial: iniciativa que ficou conhecida como fórum tripartite

01/04/2019 - 55 anos do golpe: A intervenção no ABC

29/03/2019 - 1964-2019: A resistência metalúrgica na ditadura

28/03/2019 - SUR na Scania: Sistema Único de Representação completa 23 anos

27/03/2019 - Parte 3: Criação da Associação Beneficente e Cultural do Fundo de Greve

26/03/2019 - Parte 2: Fundo de Greve X intervenção no Sindicato

25/03/2019 - Parte 1: 40 anos do Fundo de Greve na prática

22/03/2019 - Vigília em Defesa da Previdência reúne duas mil pessoas no Sindicato em 1995

21/03/2019 - João Ferrador e o zap zap

19/03/2019 - Na fábrica e nas ruas. A luta continua contra o fim da aposentadoria

18/03/2019 - Essas trabalhadoras querem viver melhor

15/03/2019 - Dicas de leitura: Mulheres!

14/03/2019 - Djalma Bom e a greve geral de 1979

13/03/2019 - 40 anos da primeira greve geral dos metalúrgicos do ABC

12/03/2019 - Lugar de mulher também é na luta

11/03/2019 - I Congresso das Mulheres Metalúrgicas completa 41 anos na categoria

Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: