PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
1 de Setembro de 2008 | Notícias | Categoria | Assessoria de Imprensa

Metalúrgicos do ABC fazem assembléia nesta sexta-feira, em Diadema,para votar proposta do Sindipeças

Pressionado pela mobilização da categoria, que fez greve e negociou acordos em separado, sindicato que representa as empresas pediu reabertura das negociações e fez proposta

Os metalúrgicos das empresas de autopeças do ABC decidem nesta sexta-feira (19), em assembléia na Regional de Diadema (rua Encarnação, 290, Piraporinha) se aceitam proposta do Sindipeças (sindicato patronal) de reajuste salarial. Pressionada pelas greves desta semana e por acordos diretos entre empresas e Sindicato dos Metalúrgicos, o Sindipeças reabriu as negociações e convocou reunião com a categoria nesta quinta-feira (18).

A proposta que será votada amanhã pelos metalúrgicos é uma vitória da mobilização e organização da categoria, que reivindicava o mesmo índice conquistado pelos trabalhadores das montadoras. A maioria das autopeças no Estado de São Paulo tem menos de 100 trabalhadores. Na base do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, há 22 mil trabalhadores em autopeças.
 

O QUE FOI PROPOSTO E SERÁ VOTADO
Empresas até 100 trabalhadores 11,01%  de reajuste salarial (3,6% real) em 1° de setembro; 17,79% de reajuste no piso da categoria -  de R$ 607,20 para R$ 710,00

Empresas com mais de 100 trabalhadores 11,01% de reajuste salarial, dos quais 8% em 1° de setembro e o restante (2,78%) a critério de cada empresa com data-limite de 1° de junho de  2009 para pagamento. O piso da categoria também será reajustado em 11,01%, passando a R$ 920,00. Abono de R$ 800,00 - R$ 400,00 em 15 de outubro e R$ 400,00 em 15 de janeiro de 2009.

DIA DE FORMAÇÃO, VITÓRIA HISTÓRICA
Na reunião de ontem, o Sindipeças se comprometeu a fazer um termo aditivo na convenção coletiva garantindo aos trabalhadores o direito de um dia por ano para dedicar à formação. É uma conquista histórica e sem precedentes no País, segundo o presidente do Sindicato dos  Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, porque garantirá ao trabalhador que a empresa pague para que ele tenha um dia para conhecer o sindicato e seus direitos. "É o grande marco desta campanha salarial porque garante que o sindicato faça parte da vida do trabalhador", disse Sérgio. Segundo ele, o mesmo tipo de acordo também está sendo encaminhado junto às montadoras.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: