PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
1 de Outubro de 2009 | Notícias | Saúde

O que faz bem e o que faz mal

Trabalhar e comer são duas atividades contraditórias.

Para alimentar nosso corpo físico, precisamos de uma série de vitaminas, sais minerais, proteínas, carboidratos, gorduras e muita água. Enfim, tudo aquilo que precisamos para garantir a energia que nos mantém vivos. Coisas que comemos e bebemos que nos fazem bem e podem nos fazer mal.

Mas, não é só o nosso corpo físico que precisa de alimentos. O nosso espírito também tem que se alimentar e esses alimentos vêm em forma de atenção, carinho, amor, amizade, reconhecimento, elogio e alegria, que nos fazem bem. Mas, também vêm como agressão, tristeza, mágoa, desavença, inveja e medo que podem nos fazer mal.

O nosso corpo social, aquele que depende da nossa relação com nossa família, com a sociedade, com o País e com o mundo em que vivemos, depende da nossa atividade de trabalho. E é através desse trabalho que criamos uma identidade social. Que somos reconhecidos dentro de um determinado grupo de pessoas, que temos atribuída a nossa importância como cidadão e até mesmo o acesso ao dinheiro para comprar os alimentos e produtos básicos para viver. Além disso, o trabalho é também um alimento social, pois é do resultado do trabalho de cada um que se constrói a riqueza da sociedade.

Vale, porém, lembrar que nos dois casos, no trabalhar e no comer, existem limites a serem respeitados.

Tanto a falta como o excesso são sempre muito prejudiciais. Cabe a nós todos encontrar a justa medida para que nunca falte comida e trabalho. A justa medida da justiça social, da igualdade de oportunidades.

Departamento de Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente
00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: