PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
18 de Março de 2010 | Notícias | Saúde

SUS - Saúde de todos

Neste momento pré eleitoral, em que a sociedade organizada se articula para construir pautas e propostas aos programas de governo dos candidatos à Presidência da República e aos governos estaduais, um dos principais temas é o que se refere à saúde pública, o SUS.

Conquista dos movimentos sociais e progressistas de esquerda na Constituição de 1988, o SUS foi bombardeado pelos governos da década de 1990 com leis e normas que praticamente o inviabilizavam. A ideia das elites brasileiras sempre foi boicotar o SUS e implantar em seu lugar um sistema de atendimento médico nos moldes falidos do sistema americano, que deixa sem nenhuma proteção cerca de 30% da população mais pobre.

A lei determina que o governo, na incapacidade de atender pelo SUS todas as necessidades dos brasileiros, pode comprar serviços na rede privada.

Essa foi a deixa para que se deixasse sucatear a estrutura pública, para que não se fizesse novos investimentos e para que cada vez se utilizasse a rede privada pagando altíssimo custo por procedimentos muitas vezes desnecessários, geralmente superfaturados e fraudulentos.

A alegação é que a saúde pública é muito difícil de ser administrada.

No fundo, a grande dificuldade é lidar com o controle social e a participação popular na gestão do Sistema.

Em geral, secretários de saúde são técnicos que, embora com méritos e diplomas em profusão, não tem compromisso com a sociedade e são incompetentes na articulação política com a sociedade organizada.

No entanto, esses técnicos absolutamente burocráticos se esquecem de que se fosse fácil a administração pública da saúde, não precisaríamos de uma secretaria.

Bastaria contratar um grande executivo, um gerentão, e tudo se resolveria com alguns cortes na despesa, alguma centenas de demissões de funcionários e uma gestão de pessoal mais autoritária e repressora.

Mas isso não vai acontecer.

Uma extensa maioria da sociedade sabe e luta pelo SUS, para que ele seja implantado e cumpra seu papel de garantir saúde preventiva e atendimento médico-hospitalar gratuito de boa qualidade e abrangente a todo povo brasileiro.

Departamento de Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente

Comente este artigo - dstma@smabc.org.br

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: