PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
23 de Março de 2010 | Notícias | Categoria | Formação Sindical

Saiba Mais - Universidade rumo à integração latino-americana

O governo brasileiro vem desenvolvendo esforços para uma integração continental que fortaleça o conjunto dos países da América Latina.

Para além da importância inquestionável da construção de uma área de livre comércio, estão sendo tomadas medidas nos campos social, político e cultural.

Coerente com esta busca da unidade latinoamericana, o governo federal tomou uma decisão revolucionária no campo da educação. Decidiu implantar a Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Em 12 de janeiro passado, o presidente Lula sancionou o decreto de sua criação, onde afirma:
"A UNILA visa promover, pelo conhecimento compartilhado, a integração regional solidária e um projeto latino-americano apto a enfrentar os desafios do século XXI. A missão da futura universidade é formar pesquisadores e profissionais que pensem o presente e o futuro da América Latina integrada nas áreas das Ciências, Engenharias, Humanidades, Letras, Artes,
Ciências Sociais e Aplicadas.

Com um projeto político-acadêmico bilingue (português-espanhol), inter e transdisciplinar, que visa a articulação entre a graduação, a pós-graduação e as linhas de pesquisa, a pluralidade
de idéias e o estímulo à reflexão serão constantemente fomentados".

De lá para cá medidas aceleradas para sua implantação foram tomadas. Foi criada uma comissão de implantação que imediatamente abriu concurso para a contração dos primeiros professores.

O presidente da comissão de implantação, Hélgio Trindade, tomou posse, no dia 18 deste mês, como reitor pro tempore da nova universidade. No dia seguinte, ele participou da cerimônia
de encerramento do primeiro curso latino-americano, que teve como temas políticas públicas e avaliação da educação superior.

Estes cursos são desenvolvidos no Centro Tecnológico da Itaipu Binacional, na cidade de Foz do Iguaçu, que cedeu o terreno para a construção das edificações definitivas, com projeto de Oscar Niemeyer.

Quando em pleno funcionamento, a Universidade deve abrigar 250 professores permanentes, 250 visitantes e 10.000 alunos.

Metade dos professores e dos alunos serão brasileiros e metade de países de toda a América Latina. Um outro mundo é possível, basta querer e tomar as medidas necessárias para a sua
construção. A implantação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana seguramente é uma delas.

Quem quiser mais informações sobre a universidade pode acessar a página www.unila.ufpr.br

Departamento de Formação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: