PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
28 de Abril de 2010 | Notícias | Saúde

Dia 28 de abril pela promoção da saúde

Diretor do Sindicato defende aliança para combater a alta incidência dos acidentes e doenças do trabalho

O diretor do Sindicato Mauro Soares defendeu uma aliança de todo o movimento sindical para combater a alta incidência dos acidentes e doenças do trabalho. Ele exigiu também que os órgãos públicos e empresas reconheçam os direitos dos trabalhadores acidentados.

"Mas nossa luta deve estar voltada, preferencialmente, para ações preventivas e de promoção à saúde. O trabalho não pode matar nem adoecer", defendeu. O dirigente é responsável pelas ações de saúde e segurança do trabalhador do Sindicato. Ele foi um dos palestrantes do seminário Riscos e novos modelos de prevenção em um mundo do trabalho em transformação, realizado nesta quarta-feira em São Bernardo.

O ato marcou o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente de Trabalho e os 25 anos de existência dos Centros de Referência em Saúde do Trabalhador no ABC. O evento reuniu sindicatos, representantes da Previdência, do Ministério do Saúde e das secretarias de saúde da região.

Atentados
Segundo Mauro, a aliança entre sindicatos é muito importante porque não são apenas as más condições de trabalho que atentam contra a saúde do trabalhador. "Além do não reconhecimento da CAT, os empresários querem revogar a lei que criou o Nexo Técnico Epidemiológico", denunciou.

"O Nexo é um dos grandes avanços conquistados pelo movimento sindical nos últimos anos", afirmou. O Nexo é o documento que relaciona a doença ou o acidente com o trabalho.

Para encerrar as atividades do dia, os sindicatos promoveram uma panfletagem no centro de São Bernardo. "Queremos a sociedade como aliada nesta luta. Embora seja o trabalho que mutila, adoeça e mate, são todos brasileiros que pagam os custos das mortes e tratamentos", concluiu Mauro.

História
A data de 28 de Abril, em memória das vitimas de acidentes de trabalho surgiu no Canadá por iniciativa do movimento sindical, espalhando-se por diversos países através de sindicatos, federações, confederações locais e internacionais.

O dia foi escolhido em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, no ano de 1969. A OIT, desde 2003, consagra a data à reflexão sobre a segurança e saúde no trabalho.

Em maio de 2005, o dia 28 de abril foi instituído no Brasil como o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, pela Lei nº 11.121.

Com informações da CUT e Rede Brasil Atual

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: