PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
12 de Maio de 2010 | Notícias | Saúde

Estado de acidentado na Asbrasil ainda é grave

Na fábrica, 22 máquinas sem proteção foram interditadas pelo fiscal do trabalho

Continua grave o estado de saúde do eletricista de manutenção Ricardo Lopes da Silva, que vítima de acidente ao fazer reparos num alimentador de prensas na Asbrasil, na madrugada de terça-feira. Ele está na UTI do Hospital Mario Covas, para onde foi levado depois de socorrido.

Na fábrica, a produção desta quarta-feira ficou reduzida a menos da metade, já que 22 máquinas, a maioria prensas, foram interditadas pelo auditor fiscal do trabalho.

"Todas estão sem as proteções exigidas pela legislação. Os prazos definidos pelo acordo de proteção de prensas já se esgotaram e a Asbrasil nada fez, em flagrante desrespeito aos companheiros", disse o diretor do Sindicato Juarez Barros, o Buda.

Denúncias
Ele acredita que várias outras empresas da base estejam na mesma situação. "Os metalúrgicos devem denunciar as fábricas que mantém prensas e outras máquinas similares sem proteção. Só assim vamos conseguir a melhoria das condições de trabalho e aumentar o nível de segurança para garantir a saúde dos trabalhadores", afirmou Buda.

 

 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: