PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
24 de Maio de 2010 | Notícias | Saúde

Mortalidade infantil no Brasil cai 61% em 20 anos

Maior parte das mortes ocorre em países em desenvolvimento

A taxa de mortalidade infantil caiu 61,7% no Brasil entre 1990 e 2010. Há 20 anos ocorriam 52,04 mortes por mil nascimentos. Hoje são 19,88 mortes, de acordo com um estudo publicado na última edição da revista médica The Lancet.

O Brasil subiu nove posições na lista internacional de mortalidade infantil nas últimas duas décadas e estaria a caminho de cumprir uma das metas do Milênio da ONU: diminuir a mortalidade infantil em dois terços até 2015.

Apesar do esforço, o Brasil está em 90º lugar na relação, com número bem mais alto de mortes na faixa etária de 0 a 5 anos do que o encontrado nos países desenvolvidos.

Os países com maior índice de mortalidade do mundo são a Nigéria (168,7), Guiné-Bissau (158,6), Niger (161), Máli (161) e Chade (114,4).

O estudo ainda mostra que o progresso é promissor. Em 1970, havia 40 países com taxa de mortalidade mais alta do que 200 mortes a cada mil nascimentos vivos. Em 1990 este número havia caído para 12 países e em 2010 não há nenhum país com índices tão altos.

O ritmo de declínio também aumentou em 13 regiões do mundo no período de 2000 a 2010, em comparação com 1990 a 2000, inclusive todas as regiões da África.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: