PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
10 de Março de 2011 | Notícias | Saúde

Medicamentos poderão ter reajuste de até 6%, a partir de abril

Mais de 18 mil medicamentos terão os preços reajustados em até 6% a partir de abril. A previsão é da Associação Brasileira da Comércio Farmacêutico (ABCFarma). A autorização para o aumento foi dada nessa quarta-feira (9) pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed).

O reajuste será concedido de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) nos últimos 12 meses — o percentual oficial só deve ser divulgado nesta quinta (10). As listas com os preços dos remédios reajustados só serão enviadas pelos laboratórios à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no fim do mês.

Fitoterápicos, homeopáticos e remédios vendidos sem a exigência de receita médica não estão incluídos. Os reajustes serão divididos ainda em três faixas, levando em conta a participação de cada produto no mercado, sendo que os mais vendidos terão aumentos maiores. O aumento autorizado pelo governo é opcional — os laboratórios podem aplicar um percentual menor ou não aumentar.

Medidor oficial da inflação, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) variou 5,99% no último ano.

Do Terra

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: