PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
18 de Julho de 2011 | Notícias | Categoria | Festival de Música

Favela, com Marcinho do Cavaco, vence o Festival de Música

O pop-rock Morrerei de Seu Amor, da banda K-lendários, foi a segunda colocada e o reggae Luau no Farol, da banda Mohvibe, levou o terceiro lugar

Compartilhar: Publicar:


Marcinho do Cavaco e banda recebem premiação do Festival. Fotos: Amanda Perobelli

“Eu piso em chão de terra... é a favela. Tem beco e tem viela... é a favela”. Com esses versos, o samba Favela, de Robson Capela e Anderson Vaz, interpretado por Marcinho do Cavaco e Banda, foi o grande vencedor do Festival de Música do Sindicato. Eles ganharam, além do troféu, um cheque de R$ 5 mil.

Em segundo lugar ficou o pop-rock Morrerei de Seu Amor, da banda K-lendários, que recebeu um cheque de R$ 3 mil. O reggae Luau no Farol da banda Mohvibe, levou o terceiro lugar e um cheque de R$ 1,5 mil.

Marcinho do Cavaco, cantor e tocador de cavaquinho da banda vencedora, não parava de comemorar depois do resultado. “Foi maravilhoso, os metalúrgicos são demais. Agora eu estou sentindo o mesmo que o Lula sentiu quando foi presidente da república pela primeira vez”, disse.

Milhares de trabalhadores lotaram o Estância do Alto da Serra, em São Bernardo, no último domingo para acompanhar o Festival. Famílias inteiras cantaram as músicas, levaram faixas e camisetas das bandas para reforçar a torcida pelos seus preferidos.

Depois do resultado, todos curtiram os shows de Rappin’ Hood e dos Paralamas do Sucesso, que fecharam a festa.

“A música ainda é um dos meios de elevação do povo e eu espero que aconteçam outros festivais. Quem sabe a gente não descobre um novo talento da música brasileira aqui?”, afirmou Rappin’ Hood, antes da apresentação.

O diretor do Sindicato, Moisés Selerges, coordenador do festival, já pensa nos próximos. “Os metalúrgicos mostraram que não sabem apenas fazer luta, mas que sabem fazer cultura. Esse é o primeiro de muitos outros eventos”, declarou.


K-lendários, 2º lugar

Para Cristiano Ângelo dos Santos, o montador na Weg de São Bernardo e percursionista da banda K-lendários, foi gratificante participar do festival e ser premiado. “Não foi sorte. Batalhamos muito para chegar aqui”, afirmou o músico que disse ter de desdobrado para encontrar tempo para o trabalho na fábrica, os ensaios e cuidar da família, pois tinha acabado de casar e seu filho de nascer.


Mohvibe, 3º lugar

Além do prêmio em dinheiro, Bruno Bani, metalúrgico na Volks e guitarrista do Mohvibe, afirmou ser emocionante cantar num palco como aquele e para um público tão grande. “Esse prêmio será um estímulo para gravarmos nosso primeiro CD, anunciou.

O Festival de Música do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC foi aberto no final de junho e contou com a inscrição de 100 canções, 35 delas escolhidas para disputar a fase eliminatória. O alto nível de todos foi o ponto alto do evento.

“Foi mágico e emocionante. Só obtivemos críticas positivas”, declarou Moisés sobre o evento. “O objetivo do festival não foi saber quem era o melhor. Não temos de competir entre nós”, concluiu.

Galeria de Fotos 1: http://bit.ly/qXxpNe

Galeria de Fotos 2: http://ow.ly/5IcLk

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: