PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
7 de Maio de 2013 | Notícias | Empresas | São Bernardo

Mais acordos de PLR fechados na base


Cinco fábricas tiveram acordos fechados na base, como na Rassini. Foto: Paulo de Souza / SMABC

Acordo simplifica metas na Sogefi
As metas e indicadores usados para determinar a participação nos lucros e resultados na Sogefi, em São Bernardo, agora serão mais simplificados. O acordo aprovado em assembleia terá validade de dois anos.

“Antes era mais difícil acompanhar as metas de produtividade, e agora os companheiros terão mais clareza na hora de atingir as metas”, afirmou Paulo José de Souza, o Paulinho, do CSE.

Choradeira
A negociação ocorreu em seis reuniões, em que a fábrica endureceu ao máximo as conversas. “Foi a mesma choradeira de sempre dos patrões”, comentou Nelsi Rodrigues, o Morcegão, coordenador de São Bernardo.

Os pagamentos sairão em julho deste ano e em janeiro do ano que vem. 

Reajuste agrada na Rassini
Na Rassini, em São Bernardo, o acordo aprovado em assembleia trará um bom reajuste para a companheirada em relação ao aprovado no ano passado.

Assim como na Sogefi (ver matéria nesta página), também foram realizadas seis reuniões e, além delas, uma plenária com os companheiros para discutir a proposta.

Trabalhador vence
“A empresa reclamava que a proposta dos trabalhadores era muito alta”, afirmou Pedro Jorge Soares, o Caixa D’água, do CSE. “Além disso, eles queriam colocar mais metas”, prosseguiu. “Mas, no fim, a união dos trabalhadores falou mais alto”, completou o dirigente.

Os pagamentos sairão neste mês e em fevereiro do ano que vem. 

Tensão marca negociações na Engemetal
Depois de muita tensão, os trabalhadores na Engemetal, em Diadema, aprovaram acordo de PLR em assembleia na manhã desta terça-feira (7).

A primeira proposta foi rejeitada pelos companheiros, que ficaram em estado de alerta contra a enrolação dos patrões. A pressão fez que a fábrica voltasse a negociar com o Sindicato e após mais duas reuniões uma nova proposta foi apresentada.

“Que isso sirva de alerta para o ano que vem a empresa venha pra mesa disposta a apresentar uma proposta melhor para os trabalhadores”, afirmou David Carvalho, coordenador da Regional Diadema.

A primeira parcela será paga em julho deste ano e a segunda em janeiro do ano que vem.

Metokote e Tecnoserv
Metalúrgicos em outras duas fábricas na cidade também aprovaram acordos. Na Metokote, os pagamentos sairão no mês que vem e em dezembro deste ano.

Na Tecnoserv, a companheirada receberá em junho deste ano e em janeiro do ano que vem.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: