PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
29 de Outubro de 2013 | Notícias

Data foi definida em reunião do governo federal com centrais

No próximo dia 12, termina o prazo definido entre a CUT e as demais centrais sin­dicais com o governo federal para apresen­tação de uma proposta alternativa ao fator pre­videnciário, que envol­veria a fórmula 85/95.

“Infelizmente, tu­do indica que não tere­mos qualquer resposta sobre o tema como ficou combinado, o que nos leva a prosse­guir com o processo de mobilização para pressionar o governo a anunciar, de fato, uma proposta alternativa ao fator previdenciário”, disse ontem o secretá­rio geral do Sindicato, Wagner Firmino San­tana, o Wagnão.

Ele explicou que o movimento recomeçou porque os sindicalistas têm certeza que no caso da discussão não acontecer ainda em 2013, provavelmente a questão será esquecida no ano que vem por conta do calendário eleitoral e só será reto­mada em 2015.

“Por isso precisa­mos continuar com a mobilização”, destacou o dirigente.

“Foi o próprio go­verno federal que pro­meteu para as centrais sindicais a resolução do problema quando recebeu dos sindicalis­tas a pauta dos traba­lhadores e estabeleceu um prazo de negocia­ção de 60 dias, que se encerra no próximo dia 12”, explicou Wagnão.

Prazo

O último encon­tro entre as entidades sindicais e o governo federal, que também teve a participação dos ministros do Trabalho, Manoel Dias, e da Pre­vidência Social, Gari­baldi Alves, aconteceu em 21 de agosto, quan­do foi definido o prazo para concluir os deba­tes sobre o assunto.

Segundo a asses­soria de imprensa da Secretaria-Geral da Pre­sidência da República, não está marcada qual­quer data para debate do assunto entre gover­no e centrais sindicais.

Para Wagnão, pre­ocupa o fato das dis­cussões não estarem sequer colocadas na mesa de negociação.

“Está tudo muito quieto, o que dá im­pressão de que não haverá qualquer altera­ção em relação ao fator previdenciário, o que aumenta a necessidade de mobilização dos tra­balhadores”, afirmou.

85/95

A reunião de agos­to é resultado do en­contro mantido em junho pelos sindicalis­tas com a presidenta Dilma Rousseff no Pa­lácio do Planalto para estabelecer um canal de diálogo permanen­te para a pauta unitá­ria dos trabalhadores. “Na ocasião, inclusive, foi criado uma equipe para fazer a negocia­ção sobre o 85/95”, lembrou Wagnão.

Atualmente, o fator previdenciário reduz o valor do be­nefício de quem se aposenta por tempo de contribuição antes de atingir 65 anos, no caso dos homens, e 60 anos, no caso das mulheres.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: