PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
5 de Novembro de 2013 | Notícias

Volks investe R$ 70,5 milhões no aprendizado em ferramentaria

Recursos foram destinados ao aprendizado no setor e fazem parte do acordo negociado com o Sindicato. Formação específica não recebia investimentos da empresa há 15 anos.

Os representantes Giba, de camisa vermelha, e Geraldão, de camisa verde ao centro, junto aos aprendizes do Senai que receberão capacitação em máquinas de última geração

No último dia 25, a Volks inaugurou um laboratório – chamado de célula pela empresa – de aprendizagem no setor de ferramentaria da planta Anchieta, em São Bernardo.

O investimento da montadora, apenas nesta iniciativa, é de R$ 70,5 milhões e faz parte do acordo negociado com o Sindicato e apro­vado pelos trabalha­dores em assembleia realizada em março do ano passado.

“Há 15 anos a fá­brica não investia em formação e qualifica­ção de ferramenteiros”, lembrou Gilberto José de Souza, o Giba, do CSE.

“É muito bom que a Volks volte a inves­tir nessa área, pois a ferramentaria é onde o projeto do carro co­meça a se tornar real”, comemorou.

Segundo ele, a sala de usinagem de preci­são foi transformada para receber seis má­quinas.

Três delas já esta­rão em operação até março de 2014.

“São equipamen­tos de última geração e contam com a mesma tecnologia utilizada na fábrica da Volks na Ale­manha”, contou Giba.

Juventude

Trinta jovens aprendizes do Senai na montadora serão capa­citados para operar os novos equipamentos.

“O conhecimento específico que estes jovens irão receber da­rá uma oxigenada na planta do ABC”, pros­seguiu o membro do CSE.

“Além disso, com­prova a intenção de longo prazo da em­presa em criar mão de obra qualificada”, con­cluiu Giba.

Sindicato foi fundamental para atrair novos investimentos

O acordo nego­ciado pelo Sindicato e aprovado pelos tra­balhadores na Volks em março de 2012 foi fundamental para a criação do laboratório de aprendizagem em ferramentaria, na plan­ta de São Bernardo.

“Conseguimos mostrar para a empre­sa que o crescimento econômico no Brasil aliado aos incentivos fiscais do governo federal, previstos nas negociações do novo Regime Automotivo, o Inovar-Auto, cria­vam um ambiente favorável para novos investimento e pro­dutos”, disse o diretor executivo do Sindica­to e CSE na Volks, Jo­sé Roberto Nogueira, o Bigodinho .

“Quem ganha com isso são os tra­balhadores, pois os novos postos que serão abertos estão voltados para o futuro do setor automobilístico e pa­gam melhor”, afirmou o dirigente.

Olhar

Segundo ele, o se­tor de ferramentaria no País está muito de­fasado em relação a outros países e por isso é necessário pensar no futuro.

“Fomos conhecer o que estava sendo feito de mais moderno em ferramentarias na Alemanha, no Japão, na Espanha e outros países, para podermos negociar com a Volks com mais conhecimen­to”, contou Bigodinho, que visitou as fábri­cas junto a outros re­presentantes dos tra­balhadores na planta do ABC.

“Esse espaço de aprendizagem em fer­ramentaria é um olhar sobre o futuro da fá­brica, que nós garan­timos com o acordo firmado no ano pas­sado”, afirmou.

 

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: