PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
14 de Novembro de 2013 | Notícias | Movimento sindical

CUT reage e consegue barrar outro projeto de precarização

A CUT agiu rápi­do e com o apoio dos senadores Humberto Costa e Eduardo Su­plicy, ambos do PT, suspendeu a votação na Comissão de Cons­tituição e Justiça de um Projeto de Lei do Se­nado (PLS) que regula­menta a precarização.

O texto do ex-se­nador Eduardo Azere­do, do PSDB, é idêntico ao do Projeto de Lei (PL) 4.330, que a CUT também conseguiu, por meio de várias ma­nifestações, suspender a votação na Câmara Federal.

“Fomos surpreen­didos com a acelerada tramitação deste PLS, mas estamos em esta­do de alerta e agimos rapidamente para im­pedir a votação”, disse o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Tirar direitos

Segundo ele, a mi­litância cutista mostrou para a sociedade como o PL 4.330 é prejudicial para os trabalhadores, mas os empresários não desistiram de am­pliar a precarização das condições de trabalho.

A CUT, no entan­to, disse Vagner Freitas, está atenta às inúmeras tentativas dos empresá­rios, que pressionam os parlamentares com quem têm afinidade para aprovar propostas que tiram direitos dos trabalhadores.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: