PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
26 de Fevereiro de 2014 | Notícias | Memória

Ossos encontrados no Chile podem ser de torturados na ditadura

Perícia dos ossos está sendo realizada para descobrir se os restos mortais são de uma ou mais pessoas. É possível que sejam de torturados durante a ditadura de Augusto Pinochet

A polícia chilena descobriu ossos humanos perto de um restaurante no sul do país que podem estar vinculados com a ex-colônia Dignidade, reduto alemão onde opositores foram torturados e desapareceram durante a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Os restos humanos foram achados em um terreno onde uma empresa realizava escavações a poucos metros do restaurante ´Villa Baviera´, confirmou uma fonte da procuradoria regional de Biobío (sul do país).

A Polícia Civil chilena ainda não pôde determinar se os ossos e um pedaço de crânio encontrados pertencem a um único indivíduo ou a mais de um. A procuradoria ordenou a perícia dos ossos.

O reduto foi fundado em 1961 pelo ex-cabo do exército nazista Paul Schaefer em um terreno de 13 mil hectares e era utilizado pela ditadura para torturar e fazer desaparecer presos políticos, além de maltratar os trabalhadores alemães que ali viviam e abusar sexualmente de menores, segundo a justiça chilena. Schaefer morreu em 2010 aos 88 anos na prisão onde cumpria 20 anos de pena por homicídio, abusos sexuais de menores e torturas.

Do Terra

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: