PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
7 de Maio de 2014 | Notícias | Memória

Centro de memória debate ditaduras na América do Sul

Sindicalistas, operários, camponeses, intelectuais, ar­tistas, políticos e religiosos de vários países da América do Sul estarão no Teatro Municipal de Santo André, entre os dias 9 a 11 deste mês, no Seminário internacional ditadura no Cone Sul – 50 anos depois.

O evento é organizado pelo Centro de Memória do ABC, com as Prefeituras de Santo André e São Bernardo, e conta com o apoio do Sindicato.

Relatos de familiares e so­breviventes que lutaram contra ditaduras, como Fernando Lugo, ex-presidente do Para­guai; Pascal Allende, sobrinho do ex-presidente chileno Sal­vador Allende; Carlos Caszely, jogador da seleção chilena de futebol; Loyola Guzman, guer­rilheira que lutou ao lado de Che Guevara; Hildegard Angel, filha de Zuzu Angel; entre ou­tros; estão na programação do Seminário.

Jovens

“É muito importante fazer o resgate deste período sombrio na história do Brasil e também de vários países da América do Sul”, afirmou a diretora execu­tiva do Sindicato e integrante da coordenação do Centro de Memória do ABC, Ana Nice Martins de Carvalho .

“Essa troca de experiências entre nós é fundamental para que os jovens, que não viveram sob o regime da ditadura, não se iludam com falsas bandeiras do autoritarismo e defendam sempre a democracia”, enfati­zou Ana Nice.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: