PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
15 de Julho de 2014 | Notícias | Geral

Copa das Copas termina com saldo positivo para o País

Carnaval marca festa de encerramento da Copa do Mundo no Brasil

Mesmo sem a conquista da taça pela seleção, o Brasil tem motivos de sobra para sentir-se vencedor da Copa das Copas que promoveu no último mês.

Com recorde de gols, estádios lotados, futebol ofensivo e histórias que ficarão na lembrança dos apaixonados pelo esporte e daqueles que descobriram ser boleiros de carteirinha durante o evento, o torneio foi um sucesso reconhecido em todo o mundo.

O Mundial injetou R$ 30 bilhões na economia, segundo a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a Fipe. O valor equivale a 0,6% do Produto Interno Bruto, o PIB, do País.

Ainda segundo a Fipe, se levar em consideração os investimentos feitos em obras para o torneio desde 2011, quando começaram, o incremento do PIB pela Copa fica entre 1% e 1,5%.

De acordo com o governo federal, estes investimentos foram traduzidos em quase um milhão de empregos no País. Do total de vagas, 710 mil são fixas e 200 mil temporárias, mas todas com carteira assinada.

Já o projeto de preparação de empresas criado pelo Sebrae em 2011 para o evento promovido nas 12 cidades-sede teve investimentos de R$ 90 milhões. Segundo a entidade, a iniciativa atraiu 43.910 micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais que devem faturar R$ 500 milhões além de seu faturamento habitual por terem se preparado para a Copa.

Outro ponto de destaque foram os 692 mil visitantes estrangeiros que o Brasil recebeu em junho – 132% a mais que no mesmo mês no ano passado – de 203 nacionalidades diferentes, segundo a Polícia Federal. Mais que o dobro dos 310 mil estrangeiros que foram ao Mundial da África do Sul, em 2010.

Esse levantamento não computa os números em julho, quando aconteceu um inédito e grandioso aglomerado de turistas argentinos em terras brasileiras devido a final dos hermanos contra a Alemanha.

Seleção brasileira volta a decepcionar

A tese da comissão técnica de que ocorreu uma pane de seis minutos contra a Alemanha caiu por terra no confronto contra a Holanda no último sábado, na disputa pelo 3º lugar da Copa. Mais uma vez a seleção brasileira decepcionou.

No estádio Mané Garrincha, em Brasília, a tal pane se estendeu por todo o primeiro tempo e aos dez minutos já perdíamos por dois a zero. A Holanda recuou e o ataque brasileiro não conseguiu ultrapassar suas bem postadas linhas de defesa.

Na volta do intervalo, a seleção foi mais incisiva, mas de novo sem resultados práticos. E assim seguiu uma enfadonha partida de investidas brasileiras e rebatidas holandesas. Aos 45 minutos, quando ninguém esperava mais nada, a Holanda fez mais um.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: