PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
7 de Maio de 2015 | Notícias | Empresas

Renovado acordo que garante empregos e investimentos na Scania

Em assembleia realizada na terça-feira, dia 5, os trabalhadores na Scania, em São Bernardo, aprovaram a renovação do acordo de flexibilidade até 2017, que garante a manutenção dos postos de trabalho e novos investimentos na planta da montadora.

O acordo negociado pelo Sindicato modifica algumas regras de bancos de horas e estabelece novas condições para paradas de produção, entre outros.

Para o coordenador da representação e CSE na Scania, Regis Reis Gue¬des, a participação dos companheiros foi fundamental para a construção da proposta.

“As ideias apresentadas pelos companheiros, durante a plenária que de-bateu o acordo de flexibilidade, foram negociadas a exaustão com a empresa e isso fortaleceu o acordo”, afirmou o dirigente.

Segundo o coordenador da representação e CSE, Carlos Caramelo, o compromisso com a manutenção do emprego previsto no acordo e a pers-pectiva de novos investimentos na fábrica garantem um período de maior tranquilidade para todos.

“A inauguração da nova fábrica de pintura final, no final de março, resul-tado da qualidade da mão de obra e também do novo Regime Automotivo, comprova que existe possibilidade de crescimento da empresa e dos postos de trabalho”, disse.

Durante a assembleia, o secretário-geral do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, destacou a importância da unidade dos trabalhadores para defender os direitos conquistados pela categoria.

“Temos uma batalha dura pela frente que é barrar o Projeto de Lei, o PL 4.330, que agora está no Senado como PLC 30, que precariza as relações de trabalho e ameaça os nossos direitos”, ressaltou.

“Além disso, teremos que empenhar todos os esforços pela criação do Programa de Proteção ao Emprego e pela Renovação da Frota de Caminhões”, continuou Wagnão.

“Como foi a obrigação de nossos pais conosco, também temos essa tarefa de prepararmos o caminho para que nossos filhos tenham uma vida melhor que a nossa”, concluiu o secretário-geral.

Comunicação estará em debate no 8º Congresso dos Metalúrgicos do ABC

O coordenador geral da representação na Scania, Carlos Caramelo, explica à Tribuna a importância de debater a Comunicação na categoria.

Tribuna Metalúrgica – Por que a Comunicação está entre os temas que serão debatidos no Congresso?

Carlos Caramelo - Há muito tempo o Sindicato percebeu que nos­sas ações, quando noticiadas, eram definidas como “baderna”, “tumulto” e daí para pior. Para fazer o contraponto a essa mídia conservadora criamos, em 1972, esta Tribuna Metalúrgica, hoje o único jornal sindical diário do mundo.

TM – Como a comunicação do Sindicato está inserida no cotidiano dos metalúrgicos do ABC?

Caramelo – Somos o Sindicato que mais investe em comunicação. Além da Tribuna, contamos com a TVT, o jornal ABCD Maior e os portais do próprio Sindicato e destes veículos. Também apoiamos iniciativas como a Re­vista do Brasil e a Rede Brasil Atual. Tudo isso para dar voz e vez ao movimento sindical e os movimentos populares.

TM – O que estará em foco neste debate durante o Con­gresso?

Caramelo – Teremos várias questões em torno deste tema, mas queremos saber se os trabalhadores entendem que esse projeto de comunicação é deles e como a Comuni­cação pode promover a democracia, a inclusão, a educação e a cidadania.

Da Redação 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: