PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
2 de Fevereiro de 2016 | Notícias

"A cabeça do trabalhador não está a prêmio", diz Wagnão

A Diretoria dos Metalúrgicos do ABC publica hoje na Tribuna editorial em repúdio aos ataques sofridos pelo ex-presidente do Brasil e desta categoria, Luiz Inácio Lula da Silva.

Em nota divulgada no último sábado, o Instituto Lula publicou os documentos referentes ao apartamen­to triplex no Guarujá, que tem sido usado pela imprensa comercial e pela Operação Lava Jato para atacar Lula, sua esposa Marisa Letícia e a família do ex-presidente.

O Sindicato reafirma a importân­cia da defesa de seu ex-presidente, que sempre esteve ao lado do trabalhador e jamais esqueceu sua origem na clas­se operária, no movimento sindical e na luta democrática do Brasil.

“Lula representa o projeto de toda a classe trabalhadora. A suspeita não só o ataca, mas ataca todo metalúrgico na base, toda a categoria e também todo trabalhador brasileiro”, afirmou o secretário-geral Wagner San­tana, o Wagnão.

“Por isso, não podemos acei­tar essa agressão por parte de pessoas que não querem o cres­cimento do Brasil, mas querem levar o País para o buraco, como forma de voltarem ao poder. Mas é bom que se saiba que a cabeça do trabalhador não está a prêmio e não aceitamos pagar por essa crise”, enfatizou Wagnão.

Para o dirigente, não é possível aceitar que as suspeitas sem fun­damento e acusações levianas da imprensa comercial sejam tratadas como verdade. “O fortalecimento da democracia, com dignidade e respeito à justiça e aos trabalhadores do Brasil sempre será nossa luta”, disse.

Ainda segundo nota do Instituto Lula, a mesquinhez dessa ´denúncia´, que restará sepultada nos autos e perante a história, é o final in­glório da maior campanha de perseguição que já se fez a um líder político neste País.

“Sem ideias, sem propostas, sem rumo, a oposição acabou no Guarujá. Na mesma praia se expõem ao ridículo uma imprensa facciosa e seus agentes públicos partidarizados”, garantiu a pu­blicação, que segue com cópias dos contratos com a Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo, a Bancoop; a declaração de Imposto de Renda; de bens ao Tri­bunal Superior Eleitoral; e os con­tratos que comprovam a desistência da ex-primeira-dama Marisa Letícia em continuar com o imóvel.

Da Redação. 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: