PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
2 de Março de 2016 | Notícias | Economia

Trabalhadores mobilizados em defesa do emprego

(Foto: Adonis Guerra)

Os Metalúrgicos do ABC estavam mobilizados ontem em defesa do emprego com assem­bleias nas portas das fábricas na base. Na Ford e na Toledo, não houve produção. O Sindicato decidiu remarcar o ato “ABC pelo Emprego” na via Anchieta por conta da forte chuva que atingiu São Bernardo. Acompanhe as informações pela Tribuna.

“Fizemos uma grande convocatória para realizar as ações necessárias em 2016. Todos vieram para a fábrica porque sabem da urgência de fazermos atividades que mudem o curso das decisões que estão sendo tomadas no Brasil”, defendeu o presidente do Sindicato, Rafael Marques, em assembleia na Ford.

“Essas decisões acontecem no governo federal, Câmara, Senado, Judiciário, Ministério Público, entre outros. Quem está trabalhando pelo País para valer?”, questionou. “Estamos convencidos de que essa mobi­lização é para sair do ciclo vicioso da crise e entrar no ciclo virtuoso da retomada e da geração de emprego”, prosseguiu. 

O presidente destacou a urgência do Programa Nacio­nal de Renovação da Frota. “Temos que convencer o governo e a sociedade sobre a importância da medida para o País”, disse.

A proposta será levada amanhã na segunda reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República, o CDES, em Brasília.

“A medida significa progresso para o setor auto­motivo”, continuou.

O presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT, a CNM-CUT, Paulo Cayres, o Paulão, alertou que setores da sociedade querem a lei da precarização do trabalho, a reforma previ­denciária e a retirada de direitos conquistados pelos trabalhadores.

Também defendeu a Renovação da Frota como ins­trumento para fortalecer a economia brasileira. “Nossa proposta é estimular e preservar os empregos não ape­nas nas montadoras, mas em toda a cadeia produtiva do segmento”, afirmou.

“Não vamos aceitar retrocessos. Vamos cobrar do governo federal as reivindicações da classe trabalha­dora”, completou Paulão.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: