PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
11 de Outubro de 2016 | Notícias

Trabalhadores na Karmann-Ghia conhecem experiências de recuperação de fábricas

(Foto: Edu Guimarães) 

Para discutir opções de futuro com os trabalha­dores na Karmann-Ghia, o Sindicato realizou na sexta-feira, dia 7, o Seminário Internacional “Experiências de Fábricas Recuperadas por Traba­lhadores na Argentina, Brasil, Espanha e Itália”. A atividade integra o processo de formação dos com­panheiros. Já foram realizadas rodas de conversa, palestras e dinâmicas em grupo.

“Se houver a possibilidade de que a decisão judi­cial sobre o pedido de falência da empresa favoreça a constituição de uma cooperativa, e essa também for a decisão dos trabalhadores, o empreendimento já tem que estar amparado por um processo de debate e discussão dos trabalhadores”, afirmou o secretário-geral do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão.

No final de junho, após aprovação dos trabalhadores, o Sindicato entrou com pedido de falência da empre­sa, considerado a melhor alternativa para viabilizar o recebimento dos direitos trabalhistas.

“O caminho que está sendo seguido é o da prepa­ração, alinhado à formação e à qualificação, para que no momento correto os trabalhadores possam decidir de maneira responsável sobre o futuro da empresa”, prosseguiu.

O secretário-geral destacou a importância de ouvir as experiências internacionais de cooperativismo. “Os erros e acertos com certeza poderão ser aproveitados pelos companheiros na Karmann-Ghia na definição dos rumos”, disse.

“Reafirmamos que o Sindicato estará junto em todas as decisões que tomarem para garantir os direitos, seja gerir o negócio, a via da luta ou a via judicial”, ressaltou.

O evento foi promovido em conjunto pela Unisol Brasil e a Nexus Itália, entidade de cooperação e apoio ao desenvolvimento, ligada à Confederação Geral Italiana do Trabalho, a CGIL. Foram apresentadas iniciativas no Brasil, Argentina, Espanha e Itália. Após o seminário, os palestrantes visitaram a fábrica.

Na próxima sexta, dia 14, às 14h, o tema da for­mação aos trabalhadores será “Aspectos jurídicos do cooperativismo”.

A Karmann-Ghia foi ocupada pelos trabalhadores em 13 de maio, após o abandono da fábrica pela direção da empresa. Na época, um parecer da justiça favorável aos antigos proprietários gerou um impasse em relação ao real dono da autopeças.

(Foto: Edu Guimarães)

Os trabalhadores no mandato do deputa­do estadual Teonílio Monteiro da Costa, o Barba, doaram R$ 750 aos companheiros na Karmann-Ghia durante o Seminário Interna­cional.

Da Redação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: