PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
18 de Outubro de 2016 | Notícias

Formação na Karmann-Ghia aborda aspectos jurídicos

(Foto: Adonis Guerra)

Os trabalhadores na Karmann-Ghia participaram, na última sexta-feira, dia 14, de mais uma etapa do curso de formação oferecido pelo Sindicato, que desta vez abordou questões jurídicas.

O coordenador do Departamento Ju­rídico dos Metalúrgicos do ABC, Marcelo Mauad, responsável pela exposição, apre­sentou leis que dizem respeito ao coopera­tivismo, tirou dúvidas dos companheiros e enfatizou os riscos de se montar uma empresa nesses moldes ou autogerida.

“É possível viver sem correr risco?”, ques­tionou logo no início. “Quando falamos em constituir uma cooperativa é necessário ve­rificar a viabilidade econômica, e também a criatividade e a capacidade dos envolvidos em resolver problemas, já que os riscos são muito elevados, mas existem formas inteli­gentes de reduzi-los”, continuou.

O advogado enfatizou que é fundamen­tal em uma cooperativa que as assembleias estejam sempre cheias. “É preciso envolver-se nas questões estratégicas do negócio, os sócios precisam participar o tempo todo do processo de decisão”.

Jovens trabalhadores na Ford da Alemanha e Argentina conhecem autopeças

(Foto: Edu Guimarães)

Uma comitiva formada por trabalhadores da Alemanha e Argentina que participava do Seminário Internacional da Juventude, em Guaratinguetá-SP, conheceu as instalações da Karmann-Ghia, em São Bernardo, na última quinta-feira, dia 13. 

“Quando vejo essa fábrica enorme assim vazia, fico assustado. Vou levar uma memória que me impressionou muito. Mas vejo como muito positivo o apoio da CUT e do Sindicato e acho extremamente importante os trabalhadores acreditarem que podem recuperar a produção”, declarou o alemão Ali Senpinar, membro do IG Metall, sindicato nacional dos metalúrgicos da Alemanha, que representa 2,6 milhões de trabalhadores no setor. 

“Deixamos nosso apoio porque esta situação é muito semelhante ao que acontece na Argentina com as empresas, onde o governo está se esquecendo dos trabalhadores. Neste momento, é importante a unidade”, afirmou o argentino Manuel Cerrudo. 

A comitiva também visitou a Sede e conversou sobre questões políticas e a organização dos trabalhadores com o presidente do Sindicato, Rafael Marques.

Da Redação 

Uma comitiva formada por trabalhadores da Alemanha e Argentina que participava do Seminário Internacional da Ju­ventude, em Guaratinguetá-SP, conheceu as instalações da Kar­mann-Ghia, em São Bernardo, na última quinta-feira, dia 13.

“Quando vejo essa fábrica enorme assim vazia, fico assus­tado. Vou levar uma memória que me impressionou muito. Mas vejo como muito positivo o apoio da CUT e do Sindicato e acho extremamente impor­tante os trabalhadores acredi­tarem que podem recuperar a produção”, declarou o alemão Ali Senpinar, membro do IG Metall, sindicato nacional dos metalúrgicos da Alemanha, que representa 2,6 milhões de

trabalhadores no setor.

 

“Deixamos nosso apoio porque esta situação é muito semelhante ao que acontece na Argentina com as empre­sas, onde o governo está se esquecendo dos trabalhadores. Neste momento, é importante a unidade”, afirmou o argentino Manuel Cerrudo.

A comitiva também visitou a Sede e conversou sobre ques­tões políticas e a organização dos trabalhadores com o pre­sidente do Sindicato, Rafael Marques.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: