PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
15 de Setembro de 2017 | Hot Site | Saúde

Diminuição nas equipes de Saúde da Família

-

Compartilhar: Publicar:

O Ministério da Saúde aprovou alterações nas regras para o funcionamento da porta de entrada do Sistema Único de Saúde, o SUS: a atenção básica. A nova política reduz as exigências e, com isso, permite a criação de equipes de atendimento à população com menos integrantes.

As equipes de Saúde da Família, que atualmente precisam ter de 6 a 12 agentes comunitários de saúde, além de um médico, um dentista e um auxiliar de enfermagem, poderão passar a atuar com 4 integrantes. Além disso, será permitido agora que a jornada de trabalho de 40 horas semanais seja cumprida por mais de um profissional da mesma categoria.

A nova regra prevê a cria- ção de Equipes de Atenção Básica formada por um enfermeiro, um médico e um técnico de enfermagem. Esta medida demonstra mais uma vez, que este governo “economiza”, ao invés de investir na saúde da população. Esta alteração vai piorar os serviços da atenção básica, pois além de menosprezar o trabalho do agente comunitário de saúde, e dificultar as ações em saúde na área de abrangência da unidade, as famílias perderão o vínculo com a equipe, já que dois profissionais da mesma área podem dividir a carga horária de trabalho.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: