PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
24 de Abril de 2018 | Hot Site | DIEESE

Uma reforma com areia de praia

-

Compartilhar: Publicar:

Como a MP 808 não foi votada pelo Congresso dentro do prazo, as mudanças perderam a validade. Assim, voltamos às regras previstas originalmente na reforma Trabalhista.

Essa manobra confirma o empenho de Temer em entregar aos empresários o pacote completo que vai lhes permitir: ampliar os contratos por tempo determinado; a expansão do contrato intermitente; a criação do trabalhador autônomo exclusivo; a autorização da terceirização generalizada - inclusive na atividade fim; desligamento por acordo entre trabalhador e empregador, entre outros.

Só para este último exemplo, de novembro de 2017 (início da reforma Trabalhista) até março de 2018, no Brasil ocorreram cerca de 41 mil desligamentos por acordos entre patrão e trabalhador, os dados são do CAGED/MTE. Sabemos que, em grande medida, esses acordos são firmados a partir da pressão dos patrões e da renúncia de direitos por parte dos trabalhadores.

Em relação aos contratos de trabalho intermitentes e os de período integral, só no mês de fevereiro deste ano, observou-se a troca de mais de 43% dos contratados, confirmando a alta rotatividade que apontávamos.

Passados mais de quatro meses desde que a reforma entrou em vigor, nota-se que ela vem abonando a preocupação deste Sindicato em relação ao desmantelamento do emprego, sobretudo àquele que oferece dignidade e segurança aos trabalhadores.

Da redação

Conteúdo relacionado à DIEESE

02/07/2019 - Gol da Alemanha...

04/06/2019 - A receita do engano

16/04/2019 - Indicadores

09/04/2019 - "Me ajude a te ajudar!"

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: