PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
25 de Janeiro de 2019 | Hot Site | Formação

Democracia, direito à terra e os 35 anos do MST

A democracia deve ser um valor e um princípio que orienta toda a sociedade e deve refletir a soberania popular nas decisões dos governantes. Uma sociedade democrática é um longo processo construído nas lutas e mobilizações sociais. Essas lutas resultam em direitos que devem ser estendidos a todos os membros da sociedade. Sejam direitos políticos, civis e sociais.

A democratização da terra é mais um dos direitos que ainda não se concretizaram no nosso país. O Brasil é o único país continental que não realizou uma reforma agrária estrutural. Ao contrário, vem concentrando a propriedade da terra de forma permanente ao longo de sua história. Por isso, a luta pela reforma agrária é uma luta fundamental para inclusão social, democratização da sociedade (no campo e na cidade) e pela construção de um modelo de desenvolvimento sustentável que incorpore a dimensão econômica, social e ambiental.

A fundação do Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), que realizou seu I Encontro em janeiro de 1984, na cidade de Cascavel, no Paraná, é um marco na história das lutas sociais no campo no Brasil.

O MST em toda a sua trajetória tem sido a principal referência dos trabalhadores rurais na luta pelo combate à concentração fundiária e à violência no campo patrocinada pelos grandes proprietários de terra.

 

Comente este artigo. Envie um e-mail para formacao@smabc.org.br

Departamento de Formação

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: