PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
15 de Março de 2019 | Hot Site | Formação

Uma sociedade violenta produz a cada dia novas formas de violência

A violência no Brasil tem história. Desde a não contada pelos “descobri­dores” com a devastação cultural das matrizes que deram origem ao povo brasileiro, até os tiros per­didos que se alojam diaria­mente no peito de crianças perdidas em meio à pobre­za nas periferias.

Por vezes, ela é simbólica. O lugar em que moramos dificulta acessar um bom emprego; a cor da nossa pele faz com que de­moremos mais para conse­guir um novo trabalho; ser mulher nos exige estudar mais para conseguir ocu­par cargos de chefia.

Quando nos depara­mos com atos de violência extrema, nos parece irra­cional, sintoma de loucura.

Assumir que vivemos em uma sociedade adoe­cida que precisa repensar seus métodos para lidar com as diferenças parece ser uma das lições a serem aprendidas hoje. As esco­las deveriam ser templos sagrados do conhecimen­to, do aprendizado e do respeito mútuo, nunca palco de guerra.

A educação com qua­lidade pode representar importante saída para abrir­mos os leques para cami­nhos não violentos. Priva­tizar o ensino ao invés de universalizá-lo e qualificá-lo parece ser a resposta errada.

Comente este artigo.

Envie um e-mail para formacao@smabc.org.br

Departamento de Formação

 

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: