PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
14 de Maio de 2019 | Notícias

Metalúrgicos do ABC celebram 60 anos com ato cultural e político na Sede

Shows, exposição, feira de orgânicos e de pequenos produtores, grafites, espaço criança, pedidos de Lula Livre e uma carta enviada pelo companheiro marcaram a data

No dia 12 de maio, domingo, a história de luta do Sindicato dos Metalúrgicos ABC completou 60 anos. A importância da data recebeu mais de sete horas de comemoração, no sábado, na Sede.

O presidente do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, agradeceu todos os companheiros e trabalhadores no Sindicato e também lembrou aqueles que dedicaram a vida à luta por direitos.

“O que faz este Sindicato ser o que é são essas pessoas, aqueles que construíram, não este prédio, porque o prédio sem a presença de cada um de vocês não significa nada, mas sim a participação e o movimento de cada trabalhador e trabalhadora na luta por uma sociedade justa”. 

A diretora executiva do Sindicato, Michelle Marques, fez a abertura do evento, por volta das 14h. “Este Sindicato fez muita luta e ainda fará muito pelo Brasil. Também estamos aqui para pedir Lula Livre, aquele que é nosso grande líder e sempre será”. Os gritos de Lula Livre foram ecoados pelo público.

A Comunidade do Samba de São Bernardo e Marcinho do Cavaco se apresentaram primeiro, seguidos pela Escola de Samba Vila Palmares. A festa seguiu com apresentações das cantoras Aline Calixto, Ana Cañas, Grazzi Brasil, do cantor Almirzinho, da Banda Aláfia e do rapper Dexter. Também teve declamação do poema “Operário em construção”, por Mariana de Moraes, neta do poeta Vinícius de Moraes. 

No estacionamento, ocorreu o “Ocupa Sindicato”, com expositores de artesanato, livros, roupas, decoração, camisetas, comidas, antepastos, acessórios e a feira da Reforma Agrária com a venda de produtos orgânicos. No mesmo local, grafiteiros fizeram seus trabalhos ao vivo. No saguão, o público conferiu uma exposição fotográfica relembrando os principais momentos desta história.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, parabenizou o Sindicato e convocou todos para a luta. “Este Sindicato e Lula significam o melhor que temos da classe trabalhadora brasileira, os trabalhadores de cabeça erguida. Estamos aqui para garantir a liberdade do Lula, para que tenhamos uma grande greve dos professores no dia 15 e para fazer, no dia 14 de junho, a maior Greve Geral que esse Brasil". 

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, lembrou a importância histórica dos Metalúrgicos do ABC. “É uma satisfação estar aqui nessa comemoração de 60 anos de um dos sindicatos mais importantes do Brasil e do mundo. Quando nosso povo estava enfrentando uma ditadura militar sombria que caçava direitos e perseguia opositores, que hoje é defendida por quem está na presidência, vieram as greves do ABC, lideradas por este Sindicato, essas greves ajudaram a derrotar 21 anos de um regime autoritário nesse país”.

Gilmar Mauro, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), reforçou que o Sindicato não é só dos metalúrgicos. “É um patrimônio político da classe trabalhadora. Fruto das lutas e do enfrentamento à ditadura, foram construídos CUT, MST, PT. Estão nos atacando dizendo que querem armar os latifundiários, nós respondemos com Zé Geraldo: toda força bruta representa nada mais do que um sintoma de fraqueza”, disse.

O ex-presidente do Sindicato e ex-prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, chamou a atenção para a falta de uma presença ilustre no evento que segue como preso político em Curitiba. “Nossa tristeza é dizer que hoje falta alguém neste palco para falar conosco. Esse alguém é nosso eterno presidente deste Sindicato e o melhor presidente da história deste país, o companheiro Lula. É por ele que chamamos a resistência contra o desmonte das políticas públicas no Brasil”.  

Também participaram do ato político lideranças como o deputado estadual Teonílio Barba, a vereadora por São Bernardo Ana Nice, o deputado federal Vicentinho, o vereador por São Paulo Eduardo Suplicy e o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre, e o irmão de Lula, Frei Chico.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: