PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
5 de Junho de 2019 | Notícias

Em evento promovido pelo TID, Belluzzo ataca reforma da Previdência e corte no orçamento

Durante a palestra “Novos Paradigmas Tecnológicos e Impactos na Indústria do Brasil e no Mundo do Trabalho”, promovida pelo Macrossetor da Indústria da CUT e pelo TID-Brasil (Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento), realizada na CUT-SP, na última segunda-feira, 3, o economista e professor na Unicamp, Luiz Gonzaga Belluzzo, criticou a reforma da Previdência proposta pelo governo Bolsonaro.

Belluzzo também destacou os cortes no orçamento e a falta de visão do governo em construir políticas de investimento para o país sair da crise econômica.

 “Na economia é o gasto que cria renda. Quanto maior o corte, maior a queda de renda e da receita fiscal, que vem das operações dos negócios que ocorrem na economia real. O que precisamos é nos livrar desse mantra, desse discurso repetitivo, dessa visão tosca do atual governo, de que cortar gastos resolve a crise econômica”.

Ao atacar a proposta de reforma da Previdência, o professor citou a recuperação da economia norte-americana, após o grande período de depressão na década 1930/1940, que só foi possível graças à proteção de renda dos trabalhadores feita pelo então presidente dos Estados Unidos, Franklin Delano Roosevelt, que entendeu que era preciso promover um estado de bem-estar social para que as famílias gastassem, em vez de pouparem para a velhice.

“Assim, gerou um grande período de prosperidade, com as pessoas gastando mais sabendo que iriam ter uma proteção à frente, e esse modelo se espalhou para a Europa”, conta.

“Se não repensarmos como vamos proteger as pessoas no futuro, vamos fazer como em algumas tribos que jogavam seus velhos do penhasco, quando a comida não dava para alimentar a todos”, completou.  

O presidente do TID, Rafael Marques, afirmou que o Brasil vive um momento de total falta de interlocução com o governo e enfatizou a necessidade de articulação envolvendo trabalhadores, empresários e a academia.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: