PESQUISA / SUGESTÕES
RECEBA INFORMAÇÕES
8 de Agosto de 2019 | Notícias

Da Conclat à CUT

Cartaz de divulgação da 1ª Conferência Nacional da Classe Trabalhadora, a Conclat, de 21 a 23 de agosto de 1981 na Praia Grande, litoral paulista.

A primeira Conferência Nacional da Classe Trabalhadora, a Conclat, ocorreu entre os dias 21 e 23 de agosto de 1981, na Praia Grande, litoral paulista. Foi o maior encontro de militantes sindicais realizado no País até então.

Um edifício ainda em construção abrigou as plenárias com os 5.036 delegados, representando 1.091 entidades sindicais de todo o Brasil. Foi um evento importante para que, dois anos depois, surgisse a maior entidade de representação dos trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo: a Central Única dos Trabalhadores, a CUT.

A ditadura militar, imposta em 1964, se enfraquecia. Vivia-se uma lenta abertura política e o País enfrentava uma grave crise econômica com salários arrochados, inflação que chegara a 110% em 1980, dívida externa na casa dos 40 bilhões de dólares, milhares de desempregados nas cidades e milhões de trabalhadores no campo sem terra para plantar.

Desde o final da década de 1970 buscavam-se meios para a realização de um grande encontro nacional que abrisse caminho para a Central. Nesse período, o movimento sindical dividia-se em dois grandes blocos com atuação nacional: a Unidade Sindical e o Novo Sindicalismo.

Em um documentário produzido pela CUT é possível notar, bem no início, homens simples, vindos de lugares distantes, admirando o imenso oceano próximo ao encontro. Nas filas para o credenciamento, militantes históricos das lutas dos trabalhadores misturavam-se à juventude e dirigentes de pequenos sindicatos. O clima de confraternização imperou até o início dos grandes debates. Depois houve o confronto de ideias e propostas.

Também era grande a presença de agentes do Departamento Estadual de Ordem Política e Social, o Deops, a famigerada polícia política do regime. Disfarçados, eles acompanharam de perto todos os momentos da conferência.

A Conclat conseguiu, em um primeiro momento, concretizar a tão sonhada unidade sindical. De fato, a Comissão Nacional Pró-CUT, eleita na conferência, foi o organismo unificado do movimento sindical no País que garantiu, dois anos depois, o nascimento da CUT.

Continue lendo esta história e assista o documentário em https://bit.ly/2Tdkir6.

CEMPI – Centro de Memória, Pesquisa e Informação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: