PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
3 de Setembro de 2019 | Hot Site

O "PIBinho" do Bolsonaro

O PIBinho próximo a zero que teremos em 2019 é resultado da absoluta ausência de uma política de geração de emprego e renda. Segundo a PNAD encerrada em julho de 2019, os desempregados somam 12,6 milhões pessoas. Por outro lado, numa busca inglória pela sobrevivência, estamos batendo recordes de trabalhadores por conta própria, além daqueles que não conseguem um posto de trabalho que atenda suas necessidades básicas e de sua família.

Na semana passada o IBGE divulgou o resultado do crescimento da economia no segundo trimestre:  0,4% em relação ao trimestre anterior. Ainda que tenha apresentado ligeira elevação, a atividade econômica continua estagnada, pois os dois trimestres anteriores (1º T 2019 e 2º T 2018) registraram taxas de -0,1 e 0,1%, respectivamente.

A maior alta no segundo trimestre ocorreu na indústria geral, 0,7%, puxada pela indústria de transformação, que cresceu 2,0%, assim como a construção, alta de 1,9%.

Já na comparação com o mesmo trimestre de 2018, a economia cresceu 1,0%. Esse resultado alterou as perspectivas do mercado para o crescimento em 2019, que agora aposta numa variação positiva de 0,87%, diante dos 0,8% anterior.

Vale ressaltar que num cenário consolidado de retomada do crescimento, os dados do segundo trimestre, quando comparados ao mesmo período de 2018, deveriam apresentar melhor desempenho. Em maio do ano passado (mês que compreende o segundo trimestre) a greve dos caminhoneiros parou a atividade econômica em todo o país, ainda assim, a economia cresceu 0,2% naquele trimestre.

Sem greve ou coisa do tipo, continuamos andando de lado. O consumo das famílias permanece deprimido, o governo abdicou de seu papel fomentador da economia e os gastos do governo caíram em 1% neste trimestre. A retomada do crescimento econômico passa por uma mudança de rota que não se vislumbra neste governo.

Comente este artigo. Envie um e-mail para sumetabc@dieese.org.br

Subseção do Dieese

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: