PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
12 de Setembro de 2019 | Hot Site

10 de setembro, Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio

Em saúde, os acidentes e as violências correspondem às causas externas de morbidade (conjunto de causas capazes de produzir uma doença) e mortalidade.

No grupo acidentes enquadramos as quedas, o envenenamento, o afogamento, as queimaduras, o acidente de trânsito, entre outros.

Entre as violências aparecem os atos considerados intencionais e compreendem a agressão, o homicídio, a violência sexual, a negligência/abandono, a violência psicológica, a lesão autoprovocada, e algumas outras causas.

Dentre as mortes relacionadas à violência, o suicídio é a 2ª causa mais comum no mundo, e a 3ª no Brasil.

Estudo realizado pela Universidade Federal da Bahia demonstra que o suicídio prevalece entre os jovens; que a depressão e a dependência ao álcool e drogas, são as causas diretas mais comuns do suicídio, além de doenças degenerativas e estados terminais das doenças.

Essas condições, juntamente com outras situações de vulnerabilidade, como a desproteção social, a desassistência em geral e barreiras no acesso ao cuidado à saúde, tais como a perda do emprego e o desemprego prolongado, levam ao desalento, à depressão e outros transtornos e assim ao suicídio.

O estudo mostrou, ainda, que entre 2007 e 2015, trabalhadores da Agropecuária tiveram a maior mortalidade por suicídio, seguidos pelos da Indústria, com riscos acima da média nacional. A mortalidade por suicídio vem crescendo, em todos os grupos ocupacionais no período, com maior elevação na Indústria (+30%) e na Agropecuária (+23%).

Que país é este?

Comente este artigo. Envie um e-mail para dstma@smabc.org.br

Departamento de Saúde do Trabalhador e Meio Ambiente

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: