PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
5 de Novembro de 2019 | Hot Site

O leilão de um país chamado Brazil

Amanhã o atual governo brasileiro coloca em leilão o futuro do país. O maior leilão do mundo! Vai entregar um patrimônio da ordem de 10 bilhões de barris de petróleo, e com valor estimado acima de R$ 1 trilhão pela bagatela de R$ 100 bilhões, nas expectativas correntes do “senhor mercado”.

Trata-se do leilão dos campos de cessão onerosa do pré-sal, que corresponde ao excedente previsto pela Petrobras. Vale destacar que a empresa brasileira já fez o investimento inicial sozinha, correndo todo o risco, e os campos em disputa já estão produzindo.

Algumas projeções indicam que o Brasil poderá se tornar um dos maiores produtores de petróleo do mundo em 2030, e o formato do leilão compromete reservas relevantes para a estratégia nacional e para as gerações futuras de brasileiros e brasileiras.

Se pensarmos que em 2013 foi aprovada a lei 12.858, conhecida como “Lei dos Royalties do Petróleo”, determinando que 75% dos royalties do Pré-Sal deveriam ser destinados à educação e os outros 25% para saúde, poderíamos estar diante da nossa própria revolução educacional rumo ao desenvolvimento, ocupando espaço entre as grandes nações do mundo.

O formato do leilão impossibilita ainda que aconteçam vários desdobramentos positivos para a cadeia industrial de óleo e gás, inclusive na indústria metal-mecânica. Também o potencial de alavancar a inovação na indústria brasileira não será apropriado por nossas empresas, universidades, pesquisadores e trabalhadores.

No lugar de alavanca para o desenvolvimento, o leilão previsto deverá gerar um recurso limitado e de efeito pontual, muito provavelmente para cobrir parte do déficit no orçamento do governo federal, estados e municípios. O atual governo está trocando o futuro da nação por um alívio no “cheque especial”; está leiloando o país, sem qualquer cuidado com as gerações do presente e do futuro.

Comente este artigo. Envie um e-mail para sumetabc@dieese.org.br

Subseção do Dieese

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: