PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
29 de Novembro de 2019 | Notícias

Trabalhadores na Toyota aprovam acordo de cláusulas sociais e calendário

Foto: Adonis Guerra

Os trabalhadores na Toyota aprovaram a renovação do acordo de cláusulas sociais por um ano e o calendário de compensações em assembleias ontem. O presidente do Sindicato, Wagner Santana, o Wagnão, iniciou a fala com a cobrança para a Toyota.

“Quero começar do jeito que inicio todas as reuniões com a Toyota lembrando que ela deve um veículo para esta planta e que fizemos acordos para viabilizar o novo carro aqui. Nós temos condições, ambiente, maturidade e conhecimento que tornam possível a produção na planta e vamos cobrar”, defendeu.

“Enquanto isso, tentamos viabilizar o máximo de produtos possíveis para os novos veículos já anunciados”, prosseguiu.

 O presidente alertou que as decisões do governo influenciam diretamente o mercado. “As decisões apontam para o empobrecimento da classe trabalhadora e não contribuem para o desenvolvimento nem para o crescimento do país. São decisões que apontam para um menor poder de compra de trabalhadores, portanto, não há consumidores, mercado, produção nem emprego”, explicou. 

“Prometeram que a reforma Trabalhista e a reforma da Previdência gerariam empregos, não geraram nenhum. Como se não bastasse anunciam a Carteira Verde e Amarela, que tira direitos dos trabalhadores e cria um ‘bolsa-patrão’, é uma precarização que empobrece a classe trabalhadora, que deixa de ser consumidor de bens duráveis e passa a consumir só para se sustentar”, disse.

Foto: Divulgação 

O coordenador do CSE na Toyota, José Carlos de Souza, o Trovão, lembrou que o acordo negociado pelo Sindicato em 2018 garantiu a PLR e as cláusulas econômicas por dois anos. 

“As cláusulas sociais renovadas até 30 de agosto de 2020 são extremamente importantes para nos proteger dos ataques da reforma Trabalhista e da Carteira Verde e Amarela e garantir os direitos conquistados historicamente. Para o próximo ano teremos negociações de data-base e PLR, por isso é fundamental a unidade de todos e todas”, afirmou.

A 2ª parcela da PLR será paga em dezembro. Quem ficar sócio do Sindicato até 20 de janeiro será isento da contribuição negocial.

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: