PESQUISA / SUGEST�ES
RECEBA INFORMAÇÕES
28 de Janeiro de 2020 | Notícias

Fala Wagnão: 2020 será um ano de inúmeros desafios

Metalúrgicos e metalúrgicas estão convocados a participar do processo eleitoral do Sindicato e manter resistência contra retirada de direitos

Foto: Adonis Guerra

O ano é novo, mas os desafios continuam os mesmos. Não é a mudança na data que vai fazer com que as coisas mudem. 2020 começa com o desemprego em alta, a renda do trabalhador em baixa, mais flexibilização dos direitos e a pauta da MP 905 no Congresso já na semana que vem (confira mais na página 4). Companheiros e companheiras, este será um ano de resistência e persistência da classe trabalhadora para garantir direitos.

Não somente aqueles direitos que normalmente negociamos em acordos coletivos, mas a ordem é resistir para que não sejam implementadas nas fábricas as novas legislações aprovadas que atacam ou extinguem conquistas históricas dos trabalhadores.

Essa lógica do empobrecimento da classe trabalhadora e da desregulamentação do mercado de trabalho não é a lógica que aponta para o crescimento econômico, para o aumento da renda e, portanto, para maior produção e geração de empregos de qualidade.

Porém, o cenário este ano aponta para a implementação de uma legislação que precariza as relações de trabalho, empobrece a população consumidora e ataca diretamente o consumo das famílias, que é o motor que move a nossa economia.

Portanto a nossa luta é pela qualidade do trabalho e pela remuneração digna. Precisamos continuar discutindo e lutando para, de fato, ter uma política econômica que inclua as pessoas e pense no rendimento dos trabalhadores; uma política industrial que consolide as empresas e que pense o futuro, principalmente no que diz respeitos à ciência, tecnologia e inovação.

Em meio a tudo isso, destaco dois momentos fundamentais em 2020 na organização, mobilização e luta. 

Para resistir contra a retirada de direitos, pensar o futuro e articular os trabalhadores junto a outros movimentos, teremos a eleição do nosso Sindicato. O processo eleitoral se inicia no próximo dia 30. Vamos eleger nossos representantes dos CSEs e logo após, a direção geral do Sindicato (confira ao lado).

A participação de cada um e cada uma é importante no sentido de reforçar e dar a autoridade necessária para a direção encaminhar as lutas para nós metalúrgicos e metalúrgicas. Contamos com o apoio, organização e mobilização de todos os trabalhadores da base para participar e debater durante todo o processo eleitoral.

É fundamental dialogar com os candidatos a CSEs nas fábricas, porque o Sindicato é o instrumento da classe trabalhadora mais importante quando o objetivo é resistir e pensar o futuro, um futuro melhor para todos e todas.

Já no 2º semestre teremos o momento das eleições para as prefeituras e câmaras municipais. Vamos cobrar dos candidatos e candidatas o compromisso regional com a retomada do crescimento industrial do Grande ABC.

Vamos cobrar ações conjuntas, nas sete prefeituras da região, indutoras da geração de empregos, do desenvolvimento e de políticas que retomem o protagonismo do ABC na economia paulista, nacional e internacional.

São momentos políticos importantes que requerem muita participação e debate para que acumulemos forças, com o objetivo final sendo a melhoria da qualidade de vida tanto dos trabalhadores empregados quanto dos desempregados, muitos deles parentes e amigos próximos a nós.

Nossa ação será determinante para melhorar a vida e dar esperança para parcela da população. 

#TamoJunto

00
comentários para esta matériaCOMENTAR
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100
Centro - São Bernardo do Campo/SP
TRIBUNA METALÚRGICA


VEJA TODAS AS EDIÇÕES
Buscar por Nº: