Festa: PT faz 25 anos

Hoje completam 25 anos que 1.200 pessoas se reuniram no auditório do Colégio Sion, em São Paulo, para um ato em que aprovaram o Manifesto de Lançamento do PT, criado como partido dos e para os trabalhadores, lutando pela redemocratização do País e para dar voz e direitos aos setores oprimidos da sociedade.

Pela primeira vez na História do Brasil, um partido era formado de baixo para cima, das bases para a cúpula. Esta a diferença do PT para as demais agremiações políticas brasileiras.

A questão é contrabalançar o que foi sempre o sonho petista de ser diferente e mais justo com as dificuldades imensas para lidar com o poder. Os problemas são enormes, as condições para resolvê-los são insuficientes.

Identidade

Por isso, os diretórios nacional e estaduais planejam uma série de atividades que vão até setembro e contemplam desde atos políticos a debates sobre os rumos do partido.

Em setembro ocorrerão eleições que pela primeira vez escolhem os novos dirigentes por voto direto em todo o País.

Sonho e realidade

Até lá, o PT tem muitas histórias e vitórias a comemorar, derrotas eleitorais e erros estratégicos a discutir, o sonho de oposição e a realidade de governo para administrar. Mas o saldo disso tudo é altamente positivo.

Até porque a vitória de Lula, depois de perder três vezes seguidas a Presidência, merece crédito e mantém expectativas favoráveis. Afinal, nesses dois anos de governo o maior adversário do PT tem sido o próprio PT. É só acertar esses ponteiros.