Financiamentos param de crescer em agosto

Volume de 97,2 mil veículos financiados é quase igual ao de julho; bancos não acompanharam alta do mercado

O total de veículos financiados parou de crescer em agosto e beirou a estabilidade, considerando que as 97,2 mil unidades vendidas a prazo representaram queda de apenas 0,10% sobre o volume de julho, que teve exatas 100 unidades a mais em diferença absoluta. O movimento mostra que os bancos não acompanharam a alta das vendas, como vinha acontecendo nos últimos meses.

Já na comparação com agosto do ano passado, o desempenho do mercado é menor, com queda de 25,3%. Neste caso, a diferença é de mais de 32 mil veículos a mais financiados no ano passado.

No acumulado de janeiro a agosto, o setor de crédito registra o financiamento de pouco mais de 660 mil automóveis, comerciais utilitários, caminhões e ônibus, o que representou retração de 31,3% sobre as 960,5 mil unidades financiadas em igual intervalo de 2019.

Até agora, a maior queda vista no ano é do segmento leve, que reúne automóveis e comerciais utilitários. Em oito meses, com 584,2 mil unidades financiadas, a queda é de 33,4% no comparativo anual, enquanto para pesados, que inclui caminhões e ônibus, as vendas a prazo diminuíram 9%, para 75,7 mil.

Do Automotive Business