Mercedes Benz: Acidente mutila jovem

O operador de máquinas Eduardo Forlan de Sá Garcia, de 18 anos, perdeu parte do braço direito em acidente ocorrido com uma fresa na Mercedes-Benz.

O acidente aconteceu por volta das 14h30, na troca de turno de segunda-feira, no setor 152-4 da montadora, que fabrica ponta de eixo, quando Eduardo limpava a máquina.

Os trabalhadores do segundo turno cruzaram os braços e paralisaram as atividades em protesto contra as condições de trabalho e o setor só voltou a funcionar ontem a tarde.

“Foram 24 horas de protesto envolvendo cerca de 80 companheiros”, disse o coordenador da Comissão de Fábrica, Moisés Selerges.

Ele afirmou que a montadora precisa ter uma política de segurança que priorize dispositivos de proteção nas máquinas.

“Faltam investimentos em proteções coletivas e na implantação de sistemas efetivos de segurança, prevendo e eliminando as possibilidades de acidentes. Se houvesse uma grade de proteção na área de operação, não teria acontecido esse acidente” avisou ele.

Moisés disse que a montadora precisa ouvir mais a CIPA eleita e atender as reivindicações dos trabalhadores.

Ele lembrou que um dos sonhos de Eduardo é que sua banda de rock faça sucesso. “É inadmissível acidentes como esse que mutilam trabalhadores. Mais que arrancar parte do braço, arrancam também sonhos e expectativas de vida”, concluiu.