Representantes das Nações Unidas visitam Fundação Criança

"Fiquei muito impressionado", disse o representante do UNODOC no Brasil, referindo-se à Cidade dos Direitos, que terá diversos serviços integrados de atenção às crianças e adolescentes. Para ele, além de integrar, isso dará mais agilidade e unificação do atendimento

Em visita à Fundação Criança de São Bernardo Campo, na terça-feira (15), o representante do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime no Brasil, Bo Mathiasen, elogiou a forma integrada em que se dão as ações voltadas à criança e ao adolescente no município.

Acompanhado do presidente da Fundação, Ariel de Castro Alves e do secretário municipal de Saúde, Arthur Chioro, Mathiasen visitou a Usina Sócio-educativa, o espaço Andança (casa de passagem) e a Cidade dos Direitos, com inauguração prevista para novembro.

“Fiquei muito impressionado”, disse o representante do UNODOC no Brasil, referindo-se à Cidade dos Direitos, que terá diversos serviços integrados de atenção às crianças e adolescentes. Para ele, além de integrar, isso dará mais agilidade e unificação do atendimento.

Por indicação da coordenação de Saúde Mental do Ministério da Saúde, o representante das Nações Unidas veio a São Bernardo conhecer como funciona o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) Infanto-Juvenil local, avaliando positivamente o que chamou de “um lugar seguro que deixa os pacientes à vontade para iniciar um processo de resgate no âmbito social”.

O objetivo do UNODC é prestar cooperação técnica aos Países-Membros da ONU para reduzir os problemas na área de saúde (como o HIV) e social (como a violência) que têm relação direta ou indireta com drogas ilícitas e o crime. O Escritório busca prevenir e controlar o crime organizado, incluindo corrupção, lavagem de dinheiro, tráfico de pessoas e terrorismo, sempre baseado em ações de respeito e garantia dos direitos humanos.

Da Fundação Criança