Retomada do crescimento: Mercedes contrata mais 650 trabalhadores

O crescimento das vendas de caminhões e ônibus para o mercado interno e para exportação fez com que a Mercedes-Benz, em São Bernardo, anunciasse a contratação de 650 metalúrgicos para a produção até o final do ano.

Este ano a empresa deve produzir 49 mil unidades no ABC, um crescimento de 40% em relação ao ano passado.

Mesmo assim, a Mercedes acredita que o mercado brasileiro vá crescer ainda mais em 2005. As vagas já foram preenchidas.

Moisés Selerges, da coordenação da Comissão de Fábrica, revelou que, inicialmente, a empresa ia contratar 450 trabalhadores. Porém, como as coletivas deste final de ano foram canceladas devido ao pique da produção, outras 200 contratações ocorrem por pressão do Sindicato para cobrir férias individuais.

“A contratação de novos companheiros significa que o Brasil adotou políticas que permitem a expansão de várias atividades”, explicou Moisés.

“Significa também que, para o setor de ônibus e caminhões, o ciclo de crescimento econômico do País é sustentável e não passageiro”, concluiu.

Duas mil vagas desde maio
A empresa retomou o processo de contratação em maio de 2003. De lá até agora – contanto com os 650 novos companheiros – foram abertas 2.150 vagas.

A produção de caminhões no Brasil este ano deve atingir 110 mil unidades, o que significa um crescimento de 32% em relação aos números do ano passado e um recorde histórico no País.