39 anos da Conquista da Comissão de Fábrica da Volks

Com claro objetivo de enfraquecer o protagonismo do Sindicato entre os trabalhadores da Volks na planta de São Bernardo, a gerência da empresa tomou a iniciativa de criar uma Comissão de Representantes independente do Sindicato.

Foto: Adonis Guerra

Isso ocorreu justamente no período em que este se encontrava sob intervenção do Ministério do Trabalho. A direção da fábrica não escondeu a intenção de prosseguir com sua postura antissindical, já demonstrada na greve de 41 dias em 1980.

A direção do Sindicato não aceitou essa arbitrariedade, mobilizou os trabalhadores na fábrica e buscou solidariedade internacional com os trabalhadores alemães por meio do IG Metall, o Sindicato Nacional dos Metalúrgicos da Alemanha, além de denunciar o despotismo da empresa nas diversas mídias. O desfecho dessa luta foi a vitória dos trabalhadores que conquistaram o direito de eleger seus representantes de forma independente sem a interferência da empresa.

O processo eleitoral se deu de forma um pouco tensionada, em função da interferência da gerência, que insistiu em apoiar alguns nomes na eleição da Comissão de Fábrica. Apesar disso, as eleições transcorreram normalmente. Os representantes apoiados pelo Sindicato conquistaram ampla vitória elegendo 21 candidatos de um total de 24 membros. No dia 25 de outubro de 1982 foi empossada a Comissão de Fábrica dos Trabalhadores na Volks, representando mais um grande marco na história de conquistas da categoria.

Comente este artigo. Envie um e-mail para [email protected]

Departamento de Formação