A internacional

Encerramos as comemorações do 1º de Maio no Sindicato com o documentário exibido na cerimônia de homenagem aos companheiros que se destacaram nas lutas sindicais.

O documentário resgata o significado histórico da Internacional, hino que tem unido militantes políticos de diferentes gerações e dos mais diversos recantos do mundo em torno de um mesmo sonho: a construção de uma sociedade socialista.

Construído a partir de depoimentos de velhos ativistas políticos, compositores, cantores e jovens de esquerda no mundo contemporâneo, o vídeo resgata a origem da célebre canção, nos levando a uma das mais memoráveis lutas do século XIX, a Comuna de Paris.

Eugène Pottie, um dos sobreviventes do massacre que se seguiu ao levante das massas populares na capital francesa, escreveu em 1871 o poema que deu origem à canção. O poema foi musicado, anos mais tarde, por Pierre Degeyter.

Os versos e a música da Internacional se tornaram um símbolo e uma referência das lutas libertárias que eclodiram, desde então, nas mais diversas partes do mundo.

O documentário, ao nos revelar esta história, também mostra o sentimento de profunda emoção que a Internacional ainda desperta em todos aqueles que dedicaram parte significativa de sua vida às lutas de emancipação dos povos.

Mostra, ainda, como ela foi apropriada, em algumas situações históricas, como instrumento de propaganda de regimes políticos que se distanciavam dos ideais expressos na canção.

Resgata, por fim, seu significado mais profundo: onde houver luta contra a injustiça e exploração dos seres humanos, seja qual for o regime que as cometa, a Internacional continuará sendo o hino que alimenta o sonho de todos aqueles que lutam por sua emancipação.

Este é o significado mais profundo das lutas que também queremos resgatar ao celebrarmos o 1º de Maio neste ano no ABC.

Departamento de Formação