“A luta para garantir direitos e em defesa da paz é uma só”

Fotos: Divulgação

Na segunda matéria sobre o projeto Aprender Juntos, intercâmbio entre sindicatos do Brasil e o IG Metall, o sindicato nacional dos metalúrgicos da Alemanha, realizado de 24 de agosto a 10 de setembro, o coordenador da Regional Diadema, Claudionor Vieira do Nascimento, destacou a luta conjunta dos trabalhadores no mundo.

Em Frankfurt, a comitiva participou de seminário em uma escola sindical sobre o sistema político, a estrutura sindical, de educação e previdência social na Alemanha.

“A luta dos trabalhadores para garantir direitos é uma só tanto no Brasil quanto na Alemanha. As realidades podem ser diferentes, mas reforçamos que o enfrentamento às dificuldades e a defesa dos empregos qualificados é comum a todos. Por isso, a importância da solidariedade internacional”, afirmou Claudionor.

A comitiva conheceu as sedes regionais do IG Metall de Salzgitter, Halle, Weimar e Berlim. “A estrutura sindical é outra, é possível construir um acordo coletivo nacional dos metalúrgicos. No Brasil, os sindicatos podem representar uma região”, explicou.

Os dirigentes conheceram o parlamento federal, em Berlim e o parlamento estadual, em Thuringia, onde conversaram com a presidenta do partido de esquerda Die Linke, parceiro do IG Metall.

“Em todos os lugares que passamos, os alemães se mostraram preocupados com a onda crescente da extrema direita e com os acontecimentos no Brasil. Denunciamos os abusos que têm sido cometidos na perseguição política contra Lula”, contou.

“Além da conjuntura política, econômica e social, falamos sobre o estado de exceção no Brasil em uma crise institucional, já que as instituições democráticas não estão funcionando como deveriam. Reforçamos a luta conjunta contra o racismo e o nazismo e em defesa da paz”, concluiu.

Da Redação.