Biodiesel será obrigatório

A mistura de 2% de biodiesel ao óleo diesel será obrigatória no Brasil brevemente. A experiência brasileira e internacional mostra que só a obrigatoriedade permite a implantação de um combustível novo em uma economia voltada para o petróleo.

O biodiesel abrange vários tipos de óleos vegetais, obtidos através da soja, do fruto de dendê, da mamona, do babaçu, do amendoim e do algodão, entre outros. Com o biodiesel, o País precisará importar menos petróleo além de reduzir a poluição ambiental. O programa prevê a criação de 270 mil novos empregos.

A ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef, argumentou que a mistura só acontecerá depois que o sistema de agricultura familiar for incluído no programa e os assentamentos passarem a produzir na quantidade necessária ao abastecimento do País. Por isso é necessária a isenção de impostos, financiamento para produtores e outros incentivos. “Se virar compulsório rápido, perde a capacidade de inclusão social”, afirmou Dilma.

Economia

Para produzir os 2% previstos pelo Ministério de Minas e Energia será necessário fabricar 2,5 bilhões de litros de biodiesel por ano a partir de 2010, quantidade equivalente a 20% do consumo nacional de diesel. Em compensação, com o biodiesel será possível reduzir as importações de petróleo em R$ 9,4 bilhões por ano.

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rosseto, acredita que 200 mil famílias participarão do programa de produção do biodiesel. Distribuídas em propriedades de cinco hectares, elas poderiam produzir 500 milhões de litros do combustível por ano. Cada família terá um contrato com as refinarias ou distribuidoras de combustíveis que garantirá a venda da produção.