Campanha começa bem com Sindicato lotado!

A primeira prova de mobilização é começar a campanha salarial com o Sindicato lotado para discutir a pauta de reivindicações. A assembléia será sexta-feira, na Sede do Sindicato, às 18h. O transporte para a Sede está garantido e sai das Regionais Santo André e Diadema às 17h.

Campanha forte garante conquistas

Os patrões estarão de olho nas assembléias que os sindicatos de metalúrgicos da CUT vão realizar até o dia 22 deste mês para definir as pautas de reivindicações a serem encaminhadas nesta campanha salarial que está começando.

Os metalúrgicos do ABC vão discutir e votar a pauta nesta sexta-feira, às 18h, na Sede do Sindicato.

Nesse dia haverá transporte das Regionais para a Sede.

“Queremos a renovação da convenção, ampliação das conquistas e garantir aumento real de salário”, resumiu Adi dos Santos Lima, diretor do Sindicato e presidente da Federação Estadual dos Metalúrgicos da CUT (FEM-CUT).

Ele comentou que a participação maciça de trabalhadores nas assembléias será um indicativo de campanha salarial forte.

“Precisamos dar uma demonstração de força aos patrões, pois eles já começaram com a choradeira”, avisou Adi.

Ele lembrou que já no ano passado, com a economia em franco crescimento e necessidade de produção, os patrões endureceram e obrigaram os metalúrgicos a promoverem manifestações e protestos para o atendimento da pauta.

“A cultura da choradeira ficou impregnada na relação com os grupos patronais e isso é sinal de que poderemos ter trabalho na mesa de negociação”, disse o presidente da FEM-CUT.

O aviso de que os trabalhadores vão fazer uma campanha forte também será dado no dia 1º de julho durante a entrega da pauta aos grupos 9, 10 e Fundição.

A manifestação vai acontecer em frente ao prédio da Fiesp, na Avenida Paulista, e além de metalúrgicos irá reunir as categorias que têm data-base no segundo semestre.

“É para chamar a atenção dos patrões de que queremos avançar nas conquistas”, avisou Adi.