Categoria se reuniu com o G8 ontem

Trabalhadores querem mais agilidade nas negociações. Assembléias mantém categoria mobilizada.

Os metalúrgicos filiados
a CUT São Paulo se reuniram
ontem com a bancada
patronal do Grupo 8, na
sede da Fiesp, na segunda
rodada de negociações da
campanha salarial.

Foram mais de duas
horas de conversas, quando
os representantes dos
trabalhadores cobraram
mais agilidade na mudança
de data-base do grupo, de
agosto para setembro.

“A alteração já é uma
reivindicação histórica, nas
últimas campanhas temos
batido na mesma tecla e
neste ano vamos conseguir”,
garante o presidente
da Federação Estadual dos
Metalúrgicos, Valmir Marques,
o Biro- Biro.

A categoria ainda cobrou
da bancada patronal
que venha para a próxima
reunião, ainda sem data
marcada, com propostas
concretas para o Fundo de
Qualificação Profissional e
para a redução da jornada
de trabalho para 40 horas
semanais, sem redução salarial.

ABC – Ontem, o Sindicato
realizou uma assembléia da
campanha salarial na porta
da Itaesbra, em Diadema.

No final da mobilização,
José Mourão, diretor
do Sindicato, concluiu que
“a categoria está unida em
torno das reivindicações e
com boa expectativa para
as conquistas no final das
negociações.”