Comissão das Metalúrgicas convida mulheres para jogar juntas

Ana Nice na 1ª edição do torneio incentiva trabalhadoras

Em virtude das atividades do mês de luta das mulheres, instituído em março, a Comissão das Metalúrgicas do ABC, do Sindicato, convida todas as trabalhadoras da base para participarem do 2º Torneio de Futsal das Metalúrgicas do ABC, que este ano tem como lema ‘Jogar Juntas’.

“Jogar juntas representa a unidade das mulheres da base nas conquistas”, afirmou a diretora-executiva do Sindicato e coordenadora da Comissão, Ana Nice Martins de Carvalho.

“Para a continuidade dos avanços dos nossos direitos precisamos jogar todas juntas, no mesmo time”, prosseguiu.

“Esporte também é uma maneira de demonstrar luta. Por isso o Sindicato in­centiva esta atividade que mobiliza e pro­move a inclusão na categoria”, completou.

Para a dirigente, além do incentivo à prática do esporte, o 2º Torneio, assim como a edição do ano anterior que contou com a participação de oito equipes de diferentes fábricas, proporcionará a inclusão das metalúrgicas ao lazer e a interação das trabalhadoras da base.

“Ficamos muito felizes com o resultado da primeira edição da atividade e a participação das meta­lúrgicas. O torneio tem esse caráter de unificar para alcançarmos a igualdade das mulheres na sociedade e no mercado de trabalho”, relatou Ana Nice.

Cada equipe tem que ter, pelo menos, uma das participantes associada ao Sindicato. As inscrições podem ser feitas de hoje até o próximo dia 6 e a ficha de inscrição está disponível aqui e deverão ser preenchidas e enviadas para o e-mail [email protected]

“Depois das inscrições concluídas, as regras do nosso torneio serão escritas coletivamente com todas as equipes”, contou Ana Nice.

“E todas as mulheres da base estão convidadas a participar. Essa é mais uma ação para motivar as trabalhadoras a pra­ticarem esportes e aumentar a unidade na categoria”, concluiu.

Para saber mais informações sobre a segunda edição do Tor­neio de Futsal do Sindicato acompanhe as próximas edições da Tribuna.

Da Redação