Desarmamento: Cidades aderem à campanha

Depois de Diadema, as prefeituras de Mauá e Santo André também participarão da Campanha Nacional de Desarmamento.

Em Diadema, ela começou em agosto e já recolheu 587 armas a maior parte de revólveres calibre 38. A campanha terminaria dia 23, mas a prefeitura estendeu o prazo para recolhimento das armas até 23 de dezembro.

Além disso, colocou o telefone 0800-7705559 para prestar todas as informações.

São Caetano fez campanha de um dia e recolheu 110 armas. Em Mauá, o recolhimento será entre 9 e 12 de setembro e em Santo André a prefeitura decidiu realizar nos dias 23 e 24 de setembro.

Pelo Estatuto do Desarmamento, as armas entregues valem entre R$ 100,00 e R$ 300,00, dependendo do tipo e calibre. Vale arma sem registro, desde que não tenha origem ilícita.

Antes de entregar a arma, a pessoa precisa pegar no próprio local de recolhimento o formulário de autorização para transportar a arma.

A Campanha do Desarmamento é coordenada pela Polícia Federal, que espera recolher cerca de 160 mil armas até seu final.

Onde entregar as armas:

. Diadema – Guarda Municipal, Rua Graciosa, 361, Centro. Até dia 23 de setembro.

. Mauá – Guarda Municipal, Av. Washington Luís, 605, Jardim Cerqueira Leite.
– Teatro Municipal, no Paço. De 9 a 12 de setembro

. Santo André
– Câmara Municipal, no Paço.
– Paróquia Senhor do Bonfim, Praça Valdemar Soares, Parque das Nações.
– Centro Integrado de Cidadania, Rua Sigma, 300, na Vila Vitória. Dias 23 e 24 de setembro, das 9h às 16h.