Entenda porque imprensa é pior que Inquisição

Para a direita pefelista-tucana, do jeito que as coisas caminhavam, a disputa presidencial de 2006 já estava definida e Lula seria o vencedor. Por isso procuraram os proprietários dos meios de comunicação, seus velhos amigos e que também não engolem Lula, e começaram a fabricar um golpe-branco. Isto é, sem a presença dos militares. A mentira e a manipulação de informações foram as formas encontradas por conservadores e imprensa como armas.

O funcionamento do esquema é simples para quem detém os meios de comunicação. Uma bobagem qualquer é dita ou inventada por eles. Sem investigar o assunto, a imprensa passa a repetir o tema como verdadeiro através de capas de revistas, manchetes de jornais, matérias nas tevês, debates nas rádios etc. Isso acontece desde que o tema possa prejudicar o governo. É o que tem acontecido todos os dias nos últimos seis meses.

A repetição por várias vezes acaba criando um fato a partir de algo que não existiu, lembrou a filósofa Marilena Chaui em debate no Sindicato. Mas como a população não tem jeito de se defender contra a avalanche das informações repetidas seguidamente, acaba aceitando o fato como verdade. Os donos dos meios de comunicação garantem que esse processo continue sem que a denúncia nunca seja provada e a Lei não pode impedir.

Em resumo, a imprensa inventa um culpado, julga e condena este cidadão sem que ninguém possa fazer nada para tentar provar a inocência desta pessoa. Em outras palavras, é o que os conservadores tentam fazer agora com o governo Lula.

Marilena Chaui recordou que procedimento parecido ocorria na Idade Média (entre os anos 476 e 1453) quando o poder era exercido apenas por uma Igreja muito conservadora.

Ela mantinha o domínio através de uma tropa de choque conhecida por Inquisição, que movia processos que levavam até a condenação pela morte na fogueira. Também sem provas. Bastava a palavra da Inquisição.

“Com uma diferença”, lembrou a filósofa. “Hoje, a imprensa brasileira é pior que a Inquisição”, concluiu Chaui.