Eve, da Embraer, integra consórcio para linha de carros voadores em Miami

Empresas estão estudando a região para criar conceito de operações

A Eve, braço da Embraer para o desenvolvimento de eVTOLs, anunciou que irá liderar um consórcio de empresas nos EUA para a criação de um Conceito de Operações (CONOPS) de UAM (Mobilidade Aérea Urbana) entre o Aeroporto Internacional de Miami (MIA) e o Centro de Convenções de Miami Beach. Com isso, as ações da Embraer (EMBR3) fecharam o dia de ontem com alta de mais de 5%.

Entre os membros do consórcio estão a Skyport, que constrói e opera infraestruturas de decolagem e pouso para aeronaves de mobilidade aérea urbana, a L3Harris, que desenvolve tecnologias de gerenciamento de tráfego aéreo, e a CAMI, que dá suporte à integração responsável da UAM nas comunidades.

A Eve afirma que está analisando as condições sociais e geográficas da região e ouvindo os comentários dos públicos de interesse. O consórcio está agora buscando a contribuição da comunidade sobre a primeira fase deste CONOPS e realizará várias sessões para “ouvir e aprender” com públicos de interesse, pares e potenciais operadores.

Esses comentários permitirão que o consórcio entenda melhor o ambiente operacional do condado de Miami-Dade, estabeleça um perfil de voo mais detalhado, direcione as questões da comunidade e determine como a infraestrutura para abastecimento dos eVTOLs possa ser incorporada com segurança em um futuro ecossistema de UAM. O período de audiências para ouvir a comunidade ocorrerá até 30 de junho de 2022.

Do Automotive Business